Deus, protegei as mulheres!

Publicado em 1 de novembro de 2007

Em menos de 40 dias, cinco mulheres foram vítimas da violência doméstica em Itupiranga, Nova Ipixuna e Marabá. Não apenas espancadas. Mortas em situações de inimaginável selvageria.
A última senhora foi eliminada pelo marido com um tiro na boca diante de dois filhos.
O assassínio mais terrível ocorreu em Itupiranga onde a vítima teve coração e outros órgãos arrancados cruelmente pelo companheiro, depois de morta.
Em lugar do beijo e da proteção, a pena máxima. Porque isso?