Desvio de R$ 4 milhões de prefeitura aciona operação da PF

O montante é alto: R$ 4, 1 milhões.

A suspeita é de que um grupo criminoso tenha colocado as mãos nesse valor, desviando  recursos do Fundeb destinados à prefetura de Almerim, oeste do Pará.

O caso prejudicou as verbas do município gerando ação da Polícia Federal em operação realizada na manhã desta quarta-feira, 17, no cumprimento de nove mandados de busca e apreensão no interior de em órgãos públicos, empresas e endereços de pessoas físicas investigadas na operação “Autolykos”.

Pelas investigações, o grupo criminoso criou uma rede que envolvia servidores públicos, empresários e agentes políticos da região.

Os crimes vêm sendo praticados, como analisa a PF, desde 2018. Nesse esquema, uma única empresa já foi beneficiada com mais de R$ 2,6 milhões das verbas federais — entre maio e dezembro de 2019 — que compõem o repasse do Fundeb ao município, enquanto a educação de Almeirim não foi tão beneficiada com os recursos.