Hiroshi Bogéa On line

Destroços à vista

Quando iniciar a correição anunciada para a próxima quarta-feira, 16, nos cartórios de registro de imóveis paraeses, o CNJ levará a pique uma das estruturas mais arraigadas e contempladas, em vasta extensão, por malfeitores de toda linguagem.

A cambada é tão podre que conseguiu, com o talento da bandidagem, elevar em até quatro vezes, nos livros de registro, a extensão territorial do Estado.

Detalhes na coluna do blogger, amanhã no Diário do Pará.

Post de 

2 Comentários

  1. Anonymous

    11 de julho de 2009 - 13:31 - 13:31
    Reply

    Todos, sem duvida nehuma. A começar poelso de Marabá.
    Basta averiguar os imóveis registrados nos nomes dos tais.

  2. Anonymous

    9 de julho de 2009 - 17:28 - 17:28
    Reply

    Vou dar uma de Iremildo O Idiota,com tudo isso,esse pessoal que dirige os cartórios(claro,eles só fazem caridade,não faturam nada em R$);todos eles não deviam ser,imediatamente presos ? Sem ofensa !

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *