Hiroshi Bogéa On line

Desejo de matar

Enquanto Macapá segue abandonada, revoltando Alcinéa – uma de suas filhas ilustres -, o valei-me Deus não protegeu um filho ilustre de Marabá.

O jornalista Ademir Braz  foi assaltado, quando deixava uma agência bancária.

De tão revoltante a cena, e suas circunstâncias, o coração do poeta ficou amargurado.

Amargurado de querer fazer justiça com as próprias mãos.

 

Foi tudo muito rápido: os caras sabiam até quanto eu tinha retirado (para pagar a escola do meu filho) e levou-me a pochete com todos os documentos de jornalista, advogado, maçom, um gravador portátil, celular, carteira porta-cédulas, outras miudezas. Se estivesse armado eu teria arrebentado os dois assim que me viraram as costas para fugir. Em seguida, e por via das dúvidas, eu chutaria a cara deles até desfigurá-los, porque bandido bom é bandido morto.

 

A cena toda está aqui.

Post de 

1 Comentário

  1. Paulo Francis

    3 de janeiro de 2009 - 12:48 - 12:48
    Reply

    ACHO QUE FALTA ISSO NO POVO BRASILEIRO JUSTIÇA COM AS PROPRIAS MÃOS. JÁ QUE A JUSTIÇA PAGA POR NÓS A JUIZES, DESEMBARGADORES, DELEGADOS E POLICIAIS NUNCA SÃO CUMPRIDAS EM SUA INTEGRALIDADE. ACREDITO NA JUSTIÇA DA CHINA E NA JUSTIÇA DIVINA. NA CHINA UM PROCESSO DE ASALTO DE UM PENTE OU ASSASSINATO DE UMA RELES PESSOA DO POVO, DEMORA APENAS 30 DIAS DESDE A SUA APURAÇÃO ATÉ O JULGAMENTO DOS RÉUS. HÁ IA ESQUECENDO SÓ HA DUAS PENAS; PRISÃO PERPETUA OU FUZILAMENTO DO RÉU. A FAMILIA DO RÉU PAGA A BALA COM A QUAL ELE É MORTO. QUEM SABE SE UM DIA UM MILITANTE DO HAMAS JOGAR UMA BOMBA NO CONGRESSO NACIONAL OU EM UM TRIBUNAL DE JUSTICA BRASILEIRO, ESSES HOMENS DA LEI POLITICOS E JUIZES TOMAM VERGONHA NA CARA E FAZEM A JUSTIÇA QUE O POVO SEMPRE COBROU. FIQUEM TRANQUILOS “AUTORIDADES” BRASILEIRO NÃO TEM CORAGEM NEM AQUILO ROXO, PARA BOTAR NEM BOMBINHA DE ROJÃO NA CALÇADA DO CONGRESSO.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *