Hiroshi Bogéa On line

Descaramento atrevido

Desavergonhadamente, é assim que a deputada estadual Bernadete ten Caten e o seu parceiro, deputado federal Zé Geraldo, ambos do PT, se apresentam agora ao povo paraense, regando ameaças ao governo do Estado, caso a superintendência do Sul do Pará do Incra não seja entregue a um de seus voluntariosos apaniguados.

A carta, entregue à direção estadual do Partido dos Trabalhadores, cujo teor foi divulgado com exclusividade pelo RD, do Diário do Pará, contendo as ameaças, é um desses documentos que passarão à História como uma das maiores cretinices praticadas contra o bom senso, a ética e o respeito às instituições.

O documento existe e é o que diz realmente o Diário do Pará.

Ele retrata, em síntese, o perfil dissimulado da deputada Bernadete, uma politiqueira carreirista que nenhuma contribuição, até hoje, provou ter dado ao povo do Pará, especialmente, à comunidade marabaense, de cujo seio ela despontou para a vida pública graças, primeiramente, à falta de lideranças políticas locais -, e às custa de muita balela, lero-lero e um enfadoinho discurso populista.

O documento precisa ser publicado, em sua íntegra, para a população conhecer as intenções escabrosas da parlamentar, protegida sob o manto de um mandato parlamentar.

Rifada do meio por onde muitos anos trafegou com desenvoltura, ludibriando agricultores ávidos por um pedaço de terra documentado, Bernadete, em verdade, está vendo sumir entre as mãos, qual água escorrendo sem rumo, a possibilidade de retornar à Assembléia Legislativa, diante do lançamento da pré-candidatura do superintendente do Incra, Raimundo Oliveira.

Além de ter agora que enfrentar uma candidatura fortalecida pelo apoio das principais lideranças do campo – que a abandonaram por não acreditar mais em nada do que diz- , no Sul do Pará, a parlamentar petista se viu também obstacularizada ao embate por não ter, à disposição, a máquina administrativa que ela usou a exaustão, na campanha de 2006, facilitando a conquista dos votos que a elegeram.

No limiar do desespero, o que faz, apoiada pelo “simpaticíssimo” Zé?

Parte para a chantagem explícita.

Isso assim, de cara, com assinatura de documento e tudo!

Escândalo!

E mais degradante: exigindo exatamente o cargo no qual ela, a deputada estadual Bernadete ten Caten, praticou todo tipo de invernada suspeita, conforme sentença da Justiça Federal que suspendeu, por cinco ano, seus direitos políticos, acusada de malversação de recursos federais.

(A deputada sobrevive ainda na alça do mandato graças a um mandado de segurança, valendo até o falado transitado e julgado da questão)

Só para refrescar a memória.

A Justiça Federal constatou todo tipo de sacanagem manipulada pelas mãos da engenhosa parlamentar, enquanto esta dirigia o Incra.

Aqui e Aqui.

Valor do desvio?

Anota: R$ 75 mil.
Uns trocadinhos, pra classe política, mas desvio.

No pedido de condenação da deputada, um dos procuradores federais chegou a escrever o seguinte:

                  – “Mais uma vez, na realidade do Incra no Pará, ou se realiza uma mudança de rumos, ou continua a se transformar a reforma agrária em números e madeira”.

Constatação cristalina. Curta. Mortífera. Na jugular.

Em suas ameaças, no meio da arena, Bernadete é bem clara: dá o Incra ou vou bater chapa com a governadora.

Isso aí retrata perfil, personalidade e trejeitos de Bernadete.

É preciso conferir, letra por letra da carta enviada ao PT:  impressionante semelhança de estilo e de falta de escrúpulos dessa cambada.

Parece lance de organização mafiosa onde o último recurso é sempre ameaçador.

A mesma arrogância, falta de limites, uso recorrente da ameaça, tão ao feitio da moçoila.

Essa é a velha Bernadete densamente conhecida aqui no Sul do Pará.

Muito parecida com o Ademir Andrade, devem ter saído da mesma escola.

O Zé, então, nem se fala!

É sempre assim, quando se convive com o autoritarismo: os golpes são cometidos pelos que se veem diante da possibilidade de perder uma eleição.

O que Berna e exercitam, no fundo, é uma tentativa de golpe branco por exclusão.

Perco isso, mas vocês irão perder aquilo. Senão eu chuto o pau da barraca.

Nesse ato de chantagem da dupla,com assinatura devidamente reconhecida, pegando com jeito, caracteriza-se quebra de decoro parlamentar, a  proposta indecente e carregada de sem-vergonhice.

Os dois agem estuprando a ética e o respeito ao estado democrático.

Qual o problema na disposição de Raimundo Oliveira lançar-se pré-candidato a deputado estadual?

Nenhum!

Ele tem esse direito, como temos os brasileiros aptos ao processo eleitoral.

A pergunta de um milhão, pois, é a seguinte: o governo vai cair nessa?

Vão encolher as perninhas e deixar a Berna e o Zé remoerem fígados?

Seria o fim, e descrédito, definitivo, no que ainda resta de esperança nesta terra.

Post de 

16 Comentários

  1. Luis Augusto Ramos

    2 de fevereiro de 2010 - 00:48 - 0:48
    Reply

    -Muito Obrigado, caro moderador pela prova de seriedade e responsabilidade com o qual conduz tal instrumento de comunicação e informação.

    -BEm mais vamos ao que realmente importa – me surpreende sua sofisticação com as palvras.
    -Mais convenhamos "PUSILANIMIDADE"! Este adjetivo encaixa como luva a você simpatissímo anônimo, sabe por que? Porque (Covarde, Fraco e Medroso) representa, ou justifica seu "sigilo" "personagem" desqualificado, infundado.
    Alguém que não consegue nem assumir sua identidade para sustentar com fatos, argumentos e provas suas acusações não pode realmente ser levado a sério.
    -Não vou nem entrar no mérito de suas ofensas ao meu passado, pois é evidente sua desinformação, mas o compreendo, é atitude típica de quem não possue mais qualquer argumento.

    Vamos conversando, desde que mantenhamos um nível de coerência e respeito "com e de quem" falamos , com o moderador do blog e principalmente com seus leitores assíduos – compreendendo nosso papel também enquanto formadores de opinião.
    Saudações e boa noite……

  2. Hiroshi Bogéa

    1 de fevereiro de 2010 - 23:20 - 23:20
    Reply

    O blog não aceitará mais nenhum comentário envolvendo a vida pessoal do deputado Zé Geraldo. A insistência de anônimo em tocar no mesmo assunto remete a campanha odiosa contra o parlamentar. Contestá-lo politicamente, com críticas ásperas, tudo vale, só não partir pro lado privado do moço.

  3. Anonymous

    1 de fevereiro de 2010 - 21:22 - 21:22
    Reply

    Tem mais gaúcho dissimulado: O Fuleiro é um. E esse negócio do Luiz Augusto Ramos vir com xenofobismo e blablablá, não cola. Digo que voce Ramos é um agregado sem vergonha, com um passado sujo, atrelado a Bernadete hoje, Zé Geraldo outro dia e assim vais levando essa sua vida de capacho. Nós em Marabá vimos o que os Ten Caten fizeram com Ademir. Foi pusilaminidade.Voce conhece pouco a nossa história para falar de xenofobismo.

  4. Anonymous

    1 de fevereiro de 2010 - 04:30 - 4:30
    Reply

    LUIS FICA FRIO EU NÃO ME IMPORTO SOBRE O QUE TU PENSES OU FALE DE UM ANÔNIMO COMO EU. tÔ POUCO ME LIXANDO PRO QUE TU ACHAS DA MINHA TENDENCIA,DA MINHA ATUAÇÃO,DO QUE EU PENSO.
    SÓ UM DADO PRÁ TI REFLETIR: OS 36.000 VOTOS DE BERNADETH : A FONTE SECOU SIGNIFICATIVAMENTE NOS ULTIMOS 3 ANOS DEVIDO AS PRATICAS NARCISISTAS DE BERNA E SEUS CAPACHOS.SE ELA FIZER 15.000 EU TIRO O CHAPÉU.
    QUANTO AO ZÉ. O ZÉ É O ZÉ. EU NÃO DISCUTO SOBRE ELE. RESPEITO.
    QUANTO AO XENOFOBISMO E AO DESEQUILIBRIO…
    QUERO VER SE TU VÁS TER ESSA MESMA IDÉIA DEPOIS DE OUTUBRO PRÓXIMO.
    IA ESQUECENDO…COMPRA UMA VELA E ACENDE…

  5. Luis Augusto Ramos

    31 de janeiro de 2010 - 23:38 - 23:38
    Reply

    Boa noite anônimo de plantão!!!!!!!!!

    Este teu ultimo post, reflete extamente o quão é infundada, raivosa, bairrista e xenofóbica o teor de seus comentários, nos expondo seu desequilibrio em relação ao enfrentamento fraterno, politico e responsável.
    Mantenha sua incoerência nos postes e colaborará significativamente para fortalecer as lideranças queira você ou não, ou você fala pelos mais de 36.000 votos da Bernadete ou pelos mais de 100.000 do Zé Geraldo.
    È só, por hoje – Boa noite

  6. Anonymous

    31 de janeiro de 2010 - 15:29 - 15:29
    Reply

    Anônimo disse para Luis Augusto Ramos:

    Tu Deves estar zangado por que assim que esses malandros sairem do 'pupito' acaba isso que tu denuncias dos teus 'companheir@s',acaba.Quanto as lideranças Pró- Carajas, que lideranças ? Aquelas que ficam ora bajulando e em seguida sem respirar sai ameaçando de implosão toda uma construção de decadas. Bonito não é ? Eu vou ficar morrendo de raiva se Bernadeth e sua Companheirada sumir do mapa politico do Pará. Tá bom AHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHHAHHAHAH…

  7. Luis Augusto Ramos - Executica municipal do PT Belém

    31 de janeiro de 2010 - 13:31 - 13:31
    Reply

    -Olá anônimo das 20:03,bom dia!

    É com muita tristeza que venho fazer este comentário. Compreendo que quando passamos a atacar a vida particular de quem quer que seja, neste momento precisamos fazer a autocritica, ora abrimos mão de fazer um debate fraterno. Tal atitude com acusaões deste nível, nos levam a crer que realmente não há um enfrentamento político-ideológico. Mas um bairrismo exarcebado e enciumado de quem não consegue despontar politicamente para o cenário "comunitário" pelo menos. A unica satisfação que o Dep. Zé Geraldo precisa dar é a sua familia. Para seus eleitores ele precisa dar satisfação é de sua atuação legislativa, que projetos? em beneficio de quem? Qual seus impactos? – Esta sim é uma responsabilidade de um@ parlamentar – Prestar contas politicas e financeiras de sua vida publica e não de sua vida privada.
    Há quase ia esquecendo, existe uma banda de Rap – que possui uma musica chamada LEIS – Onde estes afirmam que o cenário politico representativo que temos representa exatamente o nivel de conciência politica de seus eleitores. Nesttido eu gostaria de refletir com você anônimo, esta região é composta por quem? imigrantes não? então, precisamos escurraçar os que vem para este estado para que possamos conquistar nosso espaço, de direito? Camarada vá estudar,procurar entender qual a importância destes que vieram de outras regiões colaborar com o desenvolvimento do nosso abençoado estado. Deixe de mão as vidas particulares dos seus e se preocupe com as atuações destes nos espaços representativos, lugar que nós delegamos para que representem bem e com dignidade nossos anseios.
    Fica em paz e se tiver interesse de afunilar debates mais fraternos, responsáveis estarei a disposição

  8. Anonymous

    30 de janeiro de 2010 - 23:03 - 23:03
    Reply

    Depois que essa gauchada Zé Geraldo,Ganzer e família, Ten Ca ten e seu maridão meteram os pés na política de Altamira e Marabá, assim distribuídos, vimos acontecer a maior desgraça em termos de representação em nossa terra. Eta pessoal dissimulado. Mentiroso, acabaram com os coitados da política regional (bem feito, quem mandou ser leso). E o que vimos depois disso? Zé Geraldo até filho bastardo deixou em Marabá. Que o diga uma repórter que atua em tv em Marabá.

  9. Luis Augusto Ramos

    30 de janeiro de 2010 - 14:25 - 14:25
    Reply

    – Muito bom dia aos anônimos de plantão!!!!!!!!!! e leitores assiduos deste blog, seria bem menos covarde por parte de vocês assinarem o que postam.
    Sabem por que?
    Porque os mesmos que hoje, acusam veementemente a Dep. Bernadete, se votaram, ou não, se são filiados ou não, ao Partido dos Trabalhadores são os mesmos que de eleição em eleição procuram os candidatos, os partidos e as tendências no caso do PT, para avaliar que tipo de beneficios individuais terão, na primeira sinalização de troca, vendem-se, sabem por que, porque são sangue-sugas, porque não tem responsabilidade política, e quando seus projetos "egocêntricos" são contrariados,encontram nas acusações levianas e infundadas o instrumento para denegrir, manchar e punir irresponsávelmente, os que combatem esta forma paternalista de fazer política.
    A dep. Bernadete compreende sua responsabilidade no sentido de combater este "modus operandi" de fazer política.
    – Companheir@s, não sei se vocês entendem a responsabilidade de manter vivo o sonho de constituição do Estado do Carajá, e passa exatmente pela manutenção de lideranças como a Dep. Bernadete e Zé Geraldo propondo e defendendo tal vontade regional.
    – Reflitam comigo se já é dificil fazer o enfrentamento e defesa dos interesses regionais – tendo lideranças representativas regionais, imaginem – se tratando de aventureiros como teremos aos muitos neste proximo pleito.
    Saudações e tenham um bom final de semana. lideranças

  10. Anonymous

    30 de janeiro de 2010 - 12:19 - 12:19
    Reply

    A insatisfação no PT é enorme. Imensa. Que ANA não subestime. Mantido esse clima e caso o PT decida pela realização de prévias o resultado pode ser imprevísivel, basta olhar o último PED.

    Se o chefe da Casa Civil, homem forte do governo, não consegue se viabilizar para a eleição de deputado federal, precisando do INCRA para tornar isso possível, é de concluir que tem algo muito errado com "nosso" governo estadual. Guardada as proporções, diferenças e tudo mais, a casa civil (DILMA) do LULA será a presidente do Brasil, e ninguém do PT fez um "pio" para a indicação do LULA. O PUTY era pra estar acima dessas picuinhas e ser um puxador de votos nas proporcionais.

    Hiroshi, te afirmo: prévias no PT, ANA perde! Anote e registre. Todo cuidado é pouco. E a Casa Civil é muito descuidada, são megalomaníacos, pensam que o PT está aos seus pés e de joelhos. A mesma capacidade que tiveram de articular por fora, com o PMDB, é dez vezes pior internamente com os grupos internos.

    Para finalizar, Zé Geraldo e Bernadete estão experimentando do do próprio veneno.

  11. Anonymous

    30 de janeiro de 2010 - 05:44 - 5:44
    Reply

    O RAIMUNDO OLIVEIRA É OUTRO FACINORA QUE BEBEU NA FONTE…TAMBÉM FEZ M… ELE APARECE COMO RÉU , ACABEI DE VER NO LINK QUE VC INDICOU..ENTÃO MEU CAMARADA…SÓ TEM PILA NA DIREÇÃO DO INCRA DE MARABÁ.

    Veja quem são os réus na ação de improbidade:
    – Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Pará
    – Antonio de Souza Carvalho, diretor-presidente da Fetagri em 2004
    – Domingos Dias dos Santos, então Coordenador da Fetagri regional-sul
    – Bernadete ten Caten, anterior superintendente do Incra
    – Raimundo de Oliveira Filho, superintendente do Incra em Marabá
    – Ernesto Rodrigues, então superintendente substituto do Incra em Marabá
    – Paulo Treviso, gerente do Incra de Marabá responsável pela assistência técnica
    – Gilson Sousa Mendes, chefe da Divisão Técnica do Incra de Marabá

    ESSE TAL DE ERNESTO É O CARA…
    RECEBE PELO INCRA,PELO ESTADO E AINDA PELO MUNICIPIO….SEM DAR UM PREGO NUMA BARRA DE SABÃO..ETA CARGUINHO BOM…

  12. Anonymous

    30 de janeiro de 2010 - 02:16 - 2:16
    Reply

    é por causa desta briga interna que vão se danar PT pra Valer e DS. A Bernadete conquistou o espaço dela o que ela ainda quer se metendo no INCRA porque não usou seu mandato pra captar votos teve 4 anos pra isso interferiu diversas vezes no governo mas nunca pra melhorar políticas públicas sempre pra pentelhar com coisas pequenas. Rebocou o PTP com seu marido como adjunto e num deu em nada prometeu um monte de coisas que não passaram de discurso inflamado é companheira tá dificil levar de novo.

  13. Anonymous

    30 de janeiro de 2010 - 01:58 - 1:58
    Reply

    QUEM BEM CONHECE A DUPLA BERNADETH E LUIS CARLOS PIES, SABE DA CANALHADA QUE ESSES FACINORAS VEM APRONTANDO NO GOVERNO DO ESTADO. A GANG QUE ELA INSTALOU NO INCRA FEZ MUITA M..CONTRA O POVO DO CAMPO. ENGANOU MUITA GENTE NAS OCUPAÇÕES URBANAS E LASTREOU MUITA ROUBALHEIRA E CORRUPÇÃO NO INCRA. O SUCESSOR DE BERNADETH NO INCRA, POR EXEMPLO É UM GRANDE CANALHA. FALO DO QUE ASSUMIU ASIM QUE BERNADETH FOI CONDENADA PELO MP FEDERAL QUE CERCEOU SEUS DIREITOS POLITICOS. ESSE CAMARADA FEZ CADA M… DAQUI ATÉ S.GERALDO O FEDOR É GRANDE.
    ANA JULIA ACERTOU QUANDO ESCORRAÇOU A GANG DO PT PRÁ VALER DO INCRA. TAVA UM INFERNO. SOU ANTI-PETISTA, MAS TAMBÉM ANTI-TUCANO. VALHA-NOS QUEM ?????? PREFIRO O PT SEM PT PRÁ VALER E SEM DS..

  14. Anonymous

    29 de janeiro de 2010 - 21:25 - 21:25
    Reply

    Vocês não acham justo reagir aos descaramento de parte da DS que vive articulando, rasteiramente, a derrubada de companheiros?

  15. guilherme marssena

    29 de janeiro de 2010 - 13:48 - 13:48
    Reply

    Eu bem que avisei fazer acordo com o PT PRA VALER,é perigoso ,pois eles estão sempre com o punhal entre os dentes.Sempre foram assim desde que se chamavam CORRENTE SINDICAL LAVRADORES UNIDOS.

  16. Anonymous

    28 de janeiro de 2010 - 23:44 - 23:44
    Reply

    Em reunião realizado entre as tendência petista aqui em parauapebas um dos aliados da deputada foi bem enfático quanto das ameaças. "Se perdermos a direção do Incra o PT pra valer vai pro pau com a DS e o Governo do estado". Parece que o recado já foi dado.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *