Derrocagem do Lourenção: sai vencedora da licitação

A Empresa DTA Engenharia acaba de vencer a licitação para realizar a derrocagem do rio Tocantins, no trecho que vai  Itupiranga ao Lago de Tucuruí, numa extensão de 43 Km.

A empresa vencedora venceu a licitação de R$ 520 milhões com desconto de  7%.

Depois de análise da documentação da construtora  vencedora, o Dnit assinará contrato com a DTA.

O prefeito João Salame, que se encontra em Brasília e foi acompanhar a abertura dos envelopes, disse ao blog que “a definição  da empresa é um grande passo para a gente recuperar tempo perdido. A partir der agora, oficialmente poderemos dizer que a derrocagem do pedrão do Lourenção passa a ser uma realidade, considerando o interesse de diversas empresas participarem do processo licitatório, e a escolha final de uma construtora”.

Segundo o prefeito, “diante da  importância da hidrovia para o desenvolvimento regional, com a definição desse processo licitatório, estamos fazendo o primeiro grande movimento para viabilizar uma das mais importantes hidrovias do país”.

Também presente à sede do Dnit, o deputado federal Beto Salame destacou que, com a viabilidade agora do início da derrocagem, depois de definida a empresa que realizará as obras, ” hidrovia é a melhor logística possível: resolverá uma das questões muito importantes que é também viabilizar o  polo siderúrgico que tanto sonhamos. Depois da hidrovia implantada, o polo siderúrgico é questão de tempo”.

 

——————

Atualização às 16:56

O senador Flexa Ribeiro acaba de manter contato com o blogueiro, informando que a empresa vencedora, apresentando desconto de 7%,  impôs uma  diferença de preço na obra da ordem de  R$ 40 milhões, entre a proposta mais alta e a mais baixa.

Flexa adianta que “seu mandato está atento para que, dessa vez, esta obra de fundamental importância para o desenvolvimento regional do nosso Estado saia realmente do papel, deixando de ser uma mera promessa do Governo Federal para se tornar uma realidade.”