Deputada paraense pede impeachment de Pazuello

Publicado em 21 de janeiro de 2021

A deputada federal Vivi Reis, em uma ação conjunta da bancada do PSOL na Câmara, entrou com representação no Ministério Público Federal pedindo a saída imediata do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. “O que temos observado é uma violação sistemática das leis por parte do ministro, que vem cometendo crimes de improbidade administrativa e de responsabilidade, ressaltando que esse tipo de conduta não é um fato isolado, mas uma característica do governo Bolsonaro”, afirma a deputada.

O documento pedindo o impeachment do ministro foi protocolado nesta quarta-feira (20). No mesmo dia, Vivi, junto com os demais deputados, já havia pedido à Justiça Federal que retirasse do ar o aplicativo TrateCov, uma plataforma lançada há uma semana pelo Ministério da Saúde e que incentiva os médicos, assim como a população brasileira em geral, a prescreverem medicamentos comprovadamente ineficazes contra a Covid-19, como a cloroquina, hidroxicloroquina e azitromicina.

“As ações do Ministro da Saúde não podem continuar, visto que colocam o bem comum em risco. Os atos tratados em tela são eivados de desvio de finalidade e abuso de poder, como veremos adiante, negando o conhecimento científico com o fito de justificar a agenda política negacionista do Presidente da República. Portanto, é fundamental que o parquet investigue o Representado em razões das possíveis violações da legislação em vigor”, destaca o texto da representação apresentada ao Ministério Público.

Ainda na quarta-feira, foi dada entrada em uma ação no Supremo Tribunal Federal determinando que o governo federal seja proibido de veicular qualquer informação que incentive o uso de medicamentos ineficazes contra a Covid-19.  ( Simone Romero / Assessoria de Comunicação )