Hiroshi Bogéa On line

Depois da loucura, a acomodação

 

O fim da loucura imobiliária espraiada em Marabá, dois anos atrás,  trouxe muitos problemas para investidores do setor ao mesmo tempo em que o trabalho das incorporadoras  foi levado para além  fronteiras.

Depois do desaquecimento da economia com o fechamento de praticamente todas as guseiras e o fim do sonho da Alpa, elas não tiveram escolha, a não ser começar um curso intensivo de “internacionalização” em outros municípios.

A bola da vez é Santarém, que começa a assistir ao descampado de extensas áreas para a oferta de lotes e condomínios.

O boom da soja encoraja o surgimento de empreendimentos diversos na chamada “Pérola do Tapajós”.

Por sua vez, em Marabá, os preços dos imóveis começaram a se acomodar em valores factíveis.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *