Delegado deputado chega atrasado e leva rasteira do prefeito de Marabá

Publicado em 12 de fevereiro de 2020

Nas redes sociais, durante o dia de hoje, o delegado Toni Cunha aparece em um vídeo adentrando a superintendência  da Polícia Federal, em Belém, para protocolar uma denúncia contra a prefeitura de Marabá.

Mais precisamente, nas palavras do deputado, “Notícia Crime, em face de  possível Máfia na contratação de laboratório na cidade de Marabá, tanto para o Hospital Municipal como para o laboratório central” (o vídeo está abaixo).

Em sua escalada de tentativa de criminalizar a gestão do prefeito Tião Miranda, logicamente de olho na eleição municipal de outubro na qual o delegado deverá ser um dos candidatos a prefeito, o parlamentar fez o seu papel denuncista, mas não deve ter sido avisado de que a prefeitura de Marabá já havia tomado medidas para apurar as supostas irregularidades.

A Secretaria Municipal de Saúde realizou uma aprofundada auditoria no processo de aquisição de atendimentos laboratoriais e, mesmo antes da “denúncia eleitoreira”, conforme relatam ativistas digitais em críticas ao delegado,  protocolou o relatório no Tribunal de Contas e na própria Polícia Federal.

Isso ocorreu dia  29 de janeiro último.

O certo é que o vídeo do delegado virou meme.

Algumas mensagens reportando o comportamento do parlamentar:

“Deputado movido pela vaidade”;

“Conta outra, porque chegou tarde”;

“Gosta de fazer firulas para a câmera de TV  ao invés de trabalhar na câmara de deputados”.

Até avatar  (abaixo) já saiu nas redes sociais alertando sobre  fakes, como tem sido batizadas algumas manifestações do delegado contra o governo municipal.

 

O blog consegui printar uma troca de mensagem de integrantes de um grupo chamado Marabá Atenta”, que já tem 770 associados, onde um membro de nome Raimundo Cerqueira Smith,  acusa Toni Cunha de não ter ” uma emenda para nossa cidade”, além de fazer zombaria do vídeo do delegado na superintendência da PF.

 

 

Os críticos do delegado estão fazendo circular a hashtag  “Mais trabalho, menos redes sociais”.

Abaixo, o blog reproduz cópia do protocolo do pedido de investigação da Prefetura ao TCM e a PF.

———————————

Atualização às 16:20

GEDEAN MILHOMEM DESMENTE DELEGADO

Há poucos minutos, o Ouvidor-SUS da Secretaria de Saúde, Gedean Milhomem, apontado pelo delegado Cunha como denunciante de um suposto esquema de fraude dentro da própria SSM,  publicou um vídeo onde ele desmente  o deputado estadual.

No depoimento, Gedean afirma que foi designado a fazer um levantamento na Secretaria de Saúde do Município, no início da gestão do atual governo, de como se encontravam os laboratórios municipais. Concluído o trabalho, Gedean fez uma exposição do relatório.

Ao apresentar o relatório, Milhomem diz que o deputado estadual Toni Cunha, então vice-prefeito,   o acompanhava, sabendo de toda a situação encontrada.

 

Diz textuamente, Gedean:

 

-“Muito me admira que esse deputado vá à superintendência da Polícia Federal afirmar que eu, Gedean Milhomem, fiz a denúncia. Pelo contrário, eu sempre procurei trabalhar de forma coerente, inclusive, ajudando, eu e minha familia, pedindo voto para ele para deputado estadual, apoiado pelo prefeito Tião Miranda. Isso se chama traição, porque o prefeito municipal teve a hombridade de lhe apoiar já que a gente imaginava que o senhor poderia ajudar o município.Mas o senhor está fazendo é politicagem”.

 

A íntegra do vídeo, abaixo.