Hiroshi Bogéa On line

Daniel Franco, dono da Construfox, morre de infarto

 

 

Vítima de infarto fulminante, morreu nesta madrugada, o empresário Daniel Franco, dono da Construfox, a maior construtora do Sul do Pará, especializada em obras de pavimentação.

Ao ser conduzido a hospital da cidade, Daniel já chegou sem vida, conforme informação liberada no início desta manhã por um médico amigo da família do empresário.

O corpo de Franco será velado  nas dependências do Rotary Clube.

Horário do enterro ainda não foi liberado por familiares.

———————–

 

Atualização às 08:06

 

Daniel Franco morreu mais ou menos à meia-noite quando tomava banho em sua residência, preparando-se para sair.

Corpo do empresário será enterrado em Marabá, quando todos os familiares se encontrarem no município.

Aguarda-se a chegada na cidade de parentes dele que residem no Rio de Janeiro e em Belém.

 

Post de 

39 Comentários

  1. Fernando franco

    27 de novembro de 2017 - 00:24 - 0:24
    Reply

    Meu avô foi prefeito em maraba Ambrósio Franco gostaria de informação sobre algum parente de ele entre em contato 91 981247807.meu nome Fernando Franco Obrigado a que poder ajudar

  2. kamilla

    23 de abril de 2013 - 03:11 - 3:11
    Reply

    Ele era uma pessoa muito especial para todoss nós,e jamais esquecerei de uma pesssoa tão querida que era
    Fiquei muito mau quando sobe da tragédia,emfim Deus sabe oq faz !!!
    Meus pêsames para familia..DANIEL FRANCO SEMPRE ESTARÁ NA NOSSA MEMÓRIAS….

  3. Nádia

    5 de fevereiro de 2013 - 23:31 - 23:31
    Reply

    Minha mãe Mônica Brasil, era muito amiga do Daniel Franco aqui em Rio Branco-AC. Ela só soube de seu falecimento há poucos dias através do Paulo Franco, seu irmão. A mesma ficou muito triste com a notícia, pois ela gostava muito dele. A todos da família e aos amigos que Deus os conforte pela perda de uma pessoa tão querida e até hoje lembrada pela minha mãe e por nossa família.

  4. lucelia santos

    2 de novembro de 2012 - 13:44 - 13:44
    Reply

    Caro amigo DANIEL FRANCO esse sim poderiamos chamar de AMIGO impossivel nao lembrar d vc neste dia d hoje lembro com um aperto e uma. Dor no coracao q so so d lembrar arde tudo por dentro SAUDADES vc faz muita falta pra MARABA

  5. ELIAS ALVES AMADOR

    3 de outubro de 2012 - 00:35 - 0:35
    Reply

    Meu nome é ELIAS ALVES AMADOR, seu irmão de Michael, falecido filho de Daniel Franco e Rubenita Alves Amador. Primeiro quero dar minhas condolências a todos os familiares.Moro no Rio de Janeiro, peço por se alguém dos familiares que puderem entrar em contato comigo, pois preciso falar de assunto de interece dos familiares de Danial Franco. Cel: (21) 9741-6206

  6. A

    16 de setembro de 2012 - 01:17 - 1:17
    Reply

    Meu avô foi o cara mais sensacional do mundo, Obg pelo carinho de todos.

  7. Márcia Cristina

    12 de agosto de 2012 - 01:17 - 1:17
    Reply

    Saudade não tem definição, apenas dói
    Neste dia do pai,
    saudades.

  8. Márcia Cristina

    12 de agosto de 2012 - 01:14 - 1:14
    Reply

    Saudades não tem definição, apenas dói.
    Neste dia dos pais,
    saudades.

  9. Valdiza alves de Barros

    17 de julho de 2012 - 18:47 - 18:47
    Reply

    Eu Valdiza Barros,mae de Daniel da silva Franco junior agradeço ao sr.HIroshi,por defender a memoria de Daniel Franco,ja que o mesmo agora nao tem como se defender das pessoas falsas e de mal carater que muitas vezes fimgiam se de amigos para aproventar de sua bondage,por Ele ser um homem de bom coração,Sei que Ele foi cedo Demais Ainda tinha muita coisa a fazer e a ensinar como se trabalha,nao foi atoa que Ele chegou no Seu panama.Daniel Franco vc foi e sempre serà lembrado com muito amor,carinho !descanse em Paz que daqui ficarei rezando para Deus lhe da a luz que numca a paga .

  10. Hiroshi Bogéa

    8 de junho de 2012 - 22:59 - 22:59
    Reply

    “Suzana” e “Kátia”: o empresário Daniel Franco não se encontra mais entre os vivos para se defender das acusações feitas em seus comentários. Por que não vieram formalizar suas denuncias aqui no blog quando ele ainda poderia se defender? Fica o aviso: o blog deletará todos os comentários enviados com intuito de desqualificá-lo. Isso é injusto, porque ele não pode mais se defender.

  11. JULIO BRANCHES

    28 de abril de 2012 - 11:11 - 11:11
    Reply

    Com grande emoção que recebi esta notícia;mais somente o grande arquiteto sabe a hora de cada um. Meu pai;MESTRE BRITO;que foi teu grande incentivador nas épocas de aeronautica/COMARA,com certeza te dará forças nesta passagem.Fique em paz AMIGO FRANCO…

  12. JULIO BRANCHES

    28 de abril de 2012 - 11:03 - 11:03
    Reply

    Com grande emoção que recebi esta notícia;mais somente o grande arquiteto sa a hora de cada um. Meu pai;MESTRE BRITO;que foi teu grande incentivador nas épocas de aeronautica/COMARA,com certeza te dará forças nesta passagem.Fique em paz AMIGO FRANCO…

  13. pastor ezequiel

    28 de abril de 2012 - 00:29 - 0:29
    Reply

    que deus abençoe esta familia em um momento tão dificil conheci daniel possoa ecelente convido a familia a vir em um culto em nossa igreja para nos dirigi um culto de ação de graça para ele 9118 7373

  14. José Abdala Pereira

    26 de abril de 2012 - 11:19 - 11:19
    Reply

    Com pesar que recebo esta notícia…
    Nós somos colegas de turma da Escola de Especialistas de Aeronáutica, viemos para Belém juntos em 04/01/1978, trabalhamos na COMARA e ajudamos a integrar esta Amazônia ao Brasil…
    Que nosso Grande Arquiteto ilumine sua passagem e que a Espiritualidade te receba e te conduza por esta nova caminhada…

  15. manoel veloso

    26 de abril de 2012 - 00:43 - 0:43
    Reply

    Ao comentarista cidadão anônimo das 8:29 do dia 25-04-12

    Acho que você cometeu um erro de interpretação ao pensar que acredito que exista vida mais qualificada que outras. Durante meu comentário tento respeitar a dor da perda dos familiares, chamo atenção para os problemas da política de urgências nos âmbitos público e privado de maneira mais didática possível, com a preocupação de discutirmos e repensarmos o atendimento como um todo, sem distinção se para ricos ou pobres e apelo para que possamos defender a vida com todos os recursos que dispusermos.

    Uma leitura mais atenta identificará minha preocupação de darmos o melhor para atender a todos, pois esta doença não escolhe classe social. Acredito que a perda da vida do Daniel Franco repercute em um âmbito maior na sociedade mas, não acredito que sua vida ou de outras pessoas mais abastadas vale mais que outra, de pessoa mais pobre ou menos conhecida.

    Prezo pela defesa da vida como dogma e filosofia e reflito esta preocupação no meu trabalho médico, cujo desempenho parece não ser de seu conhecimento. Convido-lhe para me visitar no meu trabalho público no ambulatório do Centro de Saúde Pedro Cavalcante e conversar com nossos concidadãos que foram atendidos por mim para conferir a opinião deles sobre como trato cada um, dispensando todo meu respeito e dedicação.

    Espero que o texto que fiz anteriormente, talvez com dose de emoção maior do que deveria, possa ser um instrumento de discussão para conseguirmos um aperfeiçoamento deste sistema de proteção, importante para todos.

    Procure ver todo o contexto e deixe o temor e a preocupação de lado, pois o que você entendeu, não passa de uma análise parcial e equivocada.

    Atenciosamente

    Manoel Veloso

  16. LINDALCI COSTA

    26 de abril de 2012 - 00:24 - 0:24
    Reply

    Conheci Daniel através de minha amiga Martha Galvarro , quando ainda moravam e namoravam em meu estado – Acre. Foi quando mudaram-se para Belém. Minha amiga ( ex esposa de Daniel)comentou que mesmo estando separada, eram grandes amigos e que o mesmo era um excelente pai com suas filhas e os demais filhos que tinha, um homem do BEM. Sinto muito amiga por esse momento, que Deus dê forças à todos seus entes queridos neste momento tão difícil.
    Esteja em Paz e com Deus Daniel…..
    Lindalcí Costa – Rio Branco-Acre

  17. Bruno castanheira

    25 de abril de 2012 - 22:46 - 22:46
    Reply

    Nessa vida nós resta lembranças de pessoas, boa ou ruim, e que tenho a dizer é que nesse momento só me restão ótimas lembranças dessa pessoa hulmilde e fantástica. Não só rico mas que rico, de solidariedade, de felicidade. Franco era um amigo Chico, para mim ele era um grande humorista. Engraçado me tirou de tristezas profundas, me deu grande oportunidade de crescer em marabá, nunca fui tão admirado por uma pessoa como franco, Independent de qualquer coisa ele será muito bem lembrado. Pois era uma pessoa como coração de mãe, tudo e todos cabiam a ele, ajudar da grandes opotunidades, era um amigo pai para muitos, assim como foi para mim. Difícil demais perder uma pessoa maravilhosa como ele. Que deus cobra lhe com seu pranto de amor. Saudades! restarao. Voçê sempre existirá pois jamais Morrerar pessoas como voçê meu amigo de graça. Fica deus. Só deixa ele vim aqui de vez enquando. Só pra descontrair.rs

  18. Ronaldo Maia

    25 de abril de 2012 - 14:35 - 14:35
    Reply

    conheci o Dr Franco aqui na Vila dos Cabanos, em Barcarena, ele perguntou se eu queria trabalhar com ele e eu aceitei na hora, e ainda levei um carro pra Maraba q ele tinha acabado de comprar, e ainda ele deu um emprego pra minha esposa, uma pessoa fora do serio, incrivel me ajudou muito devo muito a ele pois depois que eu sai da Construfox, consegui trabalhar na minha area muito bem valorizado, pois a experiencia na empresa dele foi um ponto bem positivo pra mim.
    muito obrigado Dr Franco!

  19. RUBIANA BARROS

    25 de abril de 2012 - 12:32 - 12:32
    Reply

    Deus sabe o que faz, leva as melhores pessoas para seu lado,triste p quem fica. Mas Deus dará o conforto para você Dan e para a Tia. sei que será dificil mais seja forte!
    Deus esta no controle,tenha fé!

    Franco – Saudades eternas

  20. Márcia Caselli

    25 de abril de 2012 - 09:23 - 9:23
    Reply

    Prece de Cáritas

    Deus, nosso Pai, que sois todo Poder e Bondade, dai a força àquele que passa pela provação, dai a luz àquele que procura a verdade; ponde no coração do homem a compaixão e a caridade!

    Deus, Dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso.

    Pai, Dai ao culpado o arrependimento, ao espírito a verdade, à criança o guia, e ao órfão o pai!

    Senhor, que a Vossa Bondade se estenda sobre tudo o que criastes. Piedade, Senhor, para aquele que vos não conhece, esperança para aquele que sofre. Que a Vossa Bondade permita aos espíritos consoladores derramarem por toda a parte, a paz, a esperança, a fé.

    Deus! Um raio, uma faísca do Vosso Amor pode abrasar a Terra; deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão, todas as dores se acalmarão.

    E um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor.

    Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos, oh Poder!, oh Bondade!, oh Beleza!, oh Perfeição!, e queremos de alguma sorte merecer a Vossa Divina Misericórdia.

    Deus, dai-nos a força para ajudar o progresso, afim de subirmos até Vós; dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se refletirá a Vossa Divina e Santa Imagem.

    Assim Seja.

    Uma mensagem da família do Dr. Emerson Caselli

  21. MORAES - Porto Alegre

    25 de abril de 2012 - 09:12 - 9:12
    Reply

    Inacreditável!
    Amigo de trinta anos, e após um longo período sem convivermos, tive o prazer de reencontra-lo em reunião familiar, final do ano passado em Marabá, a qual fui convidado. Lembro do orgulho que sentia ao apresentar-me a seus amigos paraenses e a integrantes de sua família oriunda de vários pontos do Brasil. Conheci a estrutura da sua empresa e algumas das obras em execução. Recebi o convite para juntar-me a sua equipe, para com ele trilharmos outras tantas conquistas. E sem avisar.. meu amigo se foi! A sua maneira, sei o quanto ele prezava a nossa amizade e ele sabe que eu a dele.Vá com Deus meu amigo e irmão! Não existe alento para uma perda, nem fórmula que amenize essa dor. Imagino o sofrimento dos teus filhos, parentes e amigos próximos. Um forte abraço Franco!

  22. ANONIMO

    25 de abril de 2012 - 08:29 - 8:29
    Reply

    Muito interessante e coerente, a extensa colocação do dr. Manoel Veloso, mas no fechamento do seu comentário,deixou à todos com uma tremenda preocupação; o quÊ o doutor quis dizer com: “VAMOS PARAR DE DESPEDIÇAR VIDAS TÃO IMPORTANTES PARA NOSSA SOCIEDADE ? “, um médico falar em vidas importantes ? todas as vidas,não são importantes ? ou no conceito do doutor,existem vidas ;umas mais importantes do que as outras ? Sinceramente,ler isso vindo de um médico,nos deixa temerosos,pois pensa-se que um mendigo ou um cidadão anônimo,ao chegar no serviço cardiológico público,não terá o mesmo atendimento que “uma vida importante para a sociedade”. Creio que o senhor há de concordar comigo,seu Hiroshi. Como admiro muito o senhor e o serviço que nos presta,me dei ao direito de fazer essa colocação. Muito obrigado; um cidadão anônimo.

  23. Glaúcio Bulhões

    25 de abril de 2012 - 05:13 - 5:13
    Reply

    Graças a Deus, o Franco formou um filho em Direito, aliás, leva o seu nome Dr. Daniel Franco Filho, gente boa. Senão, seu sócio ia nadar de braçadas, como agiu contra seus irmãos. Franco, grande batalhador incansavel em busca dos seus objetivos empresárias, Marabá, está sentindo muita dor com sua partida do nosso meio. Deus, tem uma missão pra ti ! Descanse em PAZ camarada !

  24. Mestre Chico Barão

    25 de abril de 2012 - 05:12 - 5:12
    Reply

    Franco

    Quanto eu fiz a ponte para sairés de Belém para Marabá, na época que o prefeito Nagib comprou uma usina de asfalto tu me garantiu que irias passar apenas 4 anos , ano passado quando te lembrei do fato você me disse que não voltava porque só soube realmente o que era viver quando foi para lá e que agora em 2012 eu não escapava de passar o São João contigo, espero que o amigo não cumpra essa promessa, justifico tal pedido lembrando que você não ficou só os quatro anos e que nossa amizade não foi pega de arapuca,remonta ao seu tempo de farda!

    No mais sei que olharas pelos teus ai do céu, lugar que para ti não é novidade
    pois estais acostumado com ele desde os tempos da Aeronáutica.

    Uma lagrima de marinheiro pelo olho em bombordo, o lado do coração.

    MCB

  25. Adriana Sá...

    25 de abril de 2012 - 03:23 - 3:23
    Reply

    A vida nos proporciona momentos felizes… Mais perdemos aqueles que fazem da vida uma alegria…. Saudades querido amigo, e obrigado por ter sido especial…. Marabá esta chorando a sua perca…. Danielsinho seja forte, seu pai estara sempre com você…

  26. Paulo Franco

    24 de abril de 2012 - 23:02 - 23:02
    Reply

    Daniel era meu irmão! Sei de sua batalha desde menino pra ser alguém na vida e sobre seu esforço monumental nos estudos!
    Foi ele quem me trouxe ao Acre, no início de sua carreira.
    Fiquei por aqui e ele foi pra Belém, depois Marabá!
    Sempre foi inteligente, irônico e bem humorado. Sabia ganhar dinheiro e ajudava a quem gostava!
    Sua morte foi uma surpresa pra mim e por enquanto não consigo dizer mais nada!

  27. Raimundo Jabuti e Familia

    24 de abril de 2012 - 22:56 - 22:56
    Reply

    Nossos sinceros sentimentos a este homem que se dedicou ao seu trabalho no decorrer destes anos nesta cidade. Franco sempre foi um cara amigo, sempre gostou de ajudar a quem precisava, agradeço ao apoio que me deu durante o tempo q esteve em nosso meio! Que Deus possa recebe-lo nos ceus e q tenha um lugar especial para ele.
    Sds
    Raimundo Jabuti e Familia!

  28. Paulo Pereira

    24 de abril de 2012 - 22:53 - 22:53
    Reply

    Lamentável a morte de Daniel Franco quando ainda tinha muito a realizar por Marabá e região, mercê de sua competencia profissional e estrutura empresarial.Que DEUS capacite seus sucessores a levarem adiante o nome da Construfox.Quero fazer coro com o competente cardiologista Manoel Veloso, pois em Marabá falta tudo.Vivemos nas profundezas da precariedade do atendimento médico.Temos excelentes profissionais da medicina, porém nos faltam hospitais e sobretudo equipamentos.

  29. Rafael Magalhaes

    24 de abril de 2012 - 22:49 - 22:49
    Reply

    Falemos sempre dele como se ele estivesse presente O melhor e que quando o encontramos ele saiba fazer de pequenos instantes grandes momentos.condolências aos filhos e familiares, Adeus, DANIEL FRANCO!!

  30. Evilângela

    24 de abril de 2012 - 22:45 - 22:45
    Reply

    Franco sempre foi o amigo de todas as horas. Um homem enorme, que preenchia todos a sua volta com seu sorriso e voz forte.
    Ainda havia tanto a ser feito… Tantos planos… Como ele mesmo sempre disse.
    A dor é tão presente que não há muito o que comentar.
    A comunidade da Vila São José está de luto. A escola da Vila possui por todos os lados as marcas, o rastro do meu generoso amigo Franco.
    Estamos ao lado da família neste momento de dor.
    Franco, você foi um vencedor, você é um vencedor!!!

  31. CERAMA Transportes Ltda

    24 de abril de 2012 - 19:10 - 19:10
    Reply

    Nossas condolências a familia deste grande homem, que soube com o seu trabalho, ser uma pessoa digna, honesta e vencedora. Que Deus o receba de braços aberto e conforte sua familia.
    CERAMA TRANSPORTES LTDA
    FORTALEZA-CEARÁ.

  32. Marcelo Alves

    24 de abril de 2012 - 14:06 - 14:06
    Reply

    Cidade de Marabá de luto com a morte do empresario daniel franco, uma pessoa que gostava muito de marabá, que fez muitos amigos nesta cidade, minhas condolencias a toda familia !

  33. manoel veloso

    24 de abril de 2012 - 14:03 - 14:03
    Reply

    Caro Hiroshi,
    Minhas sinceras condolências à família, em especial, aos filhos do Daniel Franco, pela sua perda, de maneira tão súbita e que nos deixou todos com aquela sensação de impotência diante da brevidade da vida. Eu, que já vivi a experiência de perder o pai, sei que o chão parece estar faltando. Força!

    Porém, como cidadão e profissional de saúde, desta cidade, não posso deixar de comentar o quanto acredito que estamos despreparados para atuar, como comunidade, quer seja no âmbito de saúde pública, quanto no da saúde privada, no manejo das urgências e emergências cardiológicas.

    Cerca de 30% da primeira manifestação de um infarto é a morte súbita. Se ela ocorre distante de um desfibrilador (chance de quase 100% na nossa cidade) a possibilidade de salvar esta vida é praticamente nula. Existe a possibilidade de, ocorrendo a parada cardíaca diante de alguém com treinamento em suporte básico de vida (procedimentos que devem ser tomados antes da chegada da equipe médica), mantenha-se uma circulação mínima por massagem torácica compressiva vigorosa, por cerca de 15-20 minutos, podendo oferecer chance de vida cerebral. Depois disto, é imperativo que uma equipe de socorristas já esteja no local para promover o choque elétrico e medicações na tentativa de restabelecer a circulação, melhorar a oxigenação e transportar a pessoa para um hospital com equipamento de hemodinâmica para realização de cateterismo imediato. Se a equipe de cardiologistas intervencionistas conseguir desobstruir a artéria responsável pelo infarto, segue-se um período de recuperação em UTI cardiológica, com altas possibilidades de complicações posteriores, porém com chances reais de vida.

    Dentro do que descrevi, vamos tentar verificar nossa realidade:
    Não temos formação de suporte básico de vida para leigos. Cursos deveriam ser ministrados para a população em geral, profissionais de saúde, profissionais do comércio, de hotéis, aeroportos, rodoviárias, todos enfim. Não temos implantada na cidade uma política de desfibriladores automáticos.
    Nossa unidade de atendimento móvel de urgência (SAMU) é insuficiente e mal estruturado para cobrir nossa cidade quase metropolitana. Daí pensarmos que um acionamento desta equipe seja efetivamente realizado em 10-15 min (tempo telefone-doente) provavelmente será exceção.

    Não dispomos de hospital com serviço de hemodinâmica. O Hospital Regional Dr. Geraldo Veloso iniciou obras no sentido de ampliar capacidade e nela estão previstos investimentos para hemodinâmica e cirurgia cardíaca, além de unidade intensiva cardiológica. Vamos esperar para ver se acontece deste modo. Partindo do princípio que já estivesse em funcionamento, como ficaria o acesso a este centro? Como está hoje, o paciente deveria ser deslocado para o HMM e de lá tentar vaga no Regional. Vamos lembrar que quem está na situação crítica de recuperação de parada cardíaca não pode perder nenhum minuto. No máximo, em até 03 horas do início do quadro, a artéria já deveria estar aberta idealmente, para minimizar as consequências e aumentar a chance de sobrevida.

    A situação é pior no setor privado, pois ainda não temos nenhum leito de UTI, para, ao menos, manter as condições de vida antes de uma transferência aérea, que demorará pelo menos 04 horas (mais que o tempo ideal e se tudo der certo – convênio, dinheiro, avião, equipe, vaga no destino, distância, transporte do hospital para aeroporto e aeroporto hospital).

    Portanto, o que é que estamos fazendo?
    Esperando o Governo do Estado nos entregar um centro de cardiologia intervencionista e de cirurgia cardíaca, ok. Mas, e até lá? E se as coisas não saírem como planejado? Não é fácil trazer hemodinamicistas e cirurgiões cardíacos experientes para cá. Neste mês, estamos deixando o Dr. Arílson Rodrigues, hemodinamicista, filho de Marabá, aceitar proposta em Belém e está nos deixando, após tentar montar este serviço por aqui, sendo também não é certeza se seria chamado para compor a estrutura do Regional, mais tarde.

    Creio que não podemos simplesmente esperar. Temos que juntar forças para que esta estrutura de proteção funcione.
    Precisamos discutir este e outros problemas em conjunto, sociedade, médicos (unimed, CRM, cadê a associação médica?), políticos, poder Municipal e Estadual.

    Vamos parar de desperdiçar vidas tão importantes para nossa sociedade.
    Desculpe o desabafo.
    Abraço.
    Manoel Veloso

  34. ANONIMO

    24 de abril de 2012 - 13:58 - 13:58
    Reply

    Rapaz Hiroshi,o simples fato de você ser obrigado a avisar que não publicará comentários ofendendo a agora memória do falecido,é uma amostra do nível de pessoas que nós temos que conviver em nossa Marabá,quem não foi macho para ir à presença do cara quando em vida,e dizer o que achava dêle,agora também não está sendo macho para respeitar a dor da familia e dos amigos do extinto; te informo que sequer conheço o cidadão falecido,apenas fico indignado com a covardia de alguns. Desculpe o desabafo,caro Hiroshi.

  35. JHONATAM SOUSA

    24 de abril de 2012 - 13:11 - 13:11
    Reply

    Deus o chamou para esta com ele .. Neste Momento

  36. Anônimo

    24 de abril de 2012 - 11:22 - 11:22
    Reply

    Tem gente que não respeita nem a dor da perda. Lamentável. Meus sentimentos a família.

  37. Hiroshi Bogéa

    24 de abril de 2012 - 10:56 - 10:56
    Reply

    Aviso aos navegantes: comentários odiosos e acusações sem provas, sem chance de serem publicadas aqui no blog. Avisados.

  38. Roldivan

    24 de abril de 2012 - 09:04 - 9:04
    Reply

    Minhas condolencias aos familiares deste Cidadão que dedicou-se de corpo e alma aos seus trabalhos por aqui realizados. Homem direito, honesto, trabalhador, produtivo, desenvolvimentista, gerapor de emprego e renda. Este sim, vai fazer muita falta pra Marabá.
    Sds.
    Roldivan

  39. kennedy carvalho

    24 de abril de 2012 - 08:49 - 8:49
    Reply

    meus pesames a familia, que deus o tenha nesse momento.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *