Danadices dos ‘mininos’

Publicado em 4 de março de 2008

Toda vez que novos documentos contábeis são abertos com revelações do estrago feito pela equipe de Halmélio Sobral no Hospital Regional do Oeste, o núcleo de aconselhamento da governadora toma tranqüilizantes.

Não é mais buraco. Virou cratera os assombros deixados pelos “Meninos de Brasília”.

E do jeito que a cangalha está sendo aprumada por arreio podre, ninguém sabe quem cairá primeiro do jumento.

A ordem é lupar tudo. Sem remosos.