Hiroshi Bogéa On line

Curso para capacitação de batedores de açaí

 

 

Hoje (04), teve início um curso de capacitação para batedores artesanais de açaí em boas práticas e utilização de equipamento de branqueamento, com vários objetivos, entre eles, o de sanar dúvidas de muitos que consideram, erroneamente, o açaí como único responsável pela contaminação oral da doença de Chagas. O curso está sendo ministrado na secretaria de estado da Agricultura (Belém), e, perdurará até o fim do ano, de segunda-feira a quinta-feira.

O projeto é coordenado pela secretaria de estado de Agricultura (Sagri), contudo, é de responsabilidade da secretaria de estado de Saúde (Sespa), as ações de Vigilância Sanitária e capacitação de batedores. Outros órgãos colaboram com ações para essa proposta, entre eles, o Sebrae e Eletronorte.

A Sespa denota que, esse movimento educativo junto aos batedores de açaí, assim como os manipuladores de alimentos, quando apoiado pelos municípios, dificulta com mais êxito a proliferação do Trypanosoma cruzi, causador do Mal de Chagas.

Temas teóricos deverão ser repassados como monitoramento, entre eles, noções de microbiologia, perigo nos alimentos, doenças transmitidas por alimentos e boas práticas.

Aqueles que apresentarem interesse sobre a capacitação em roga, seja gestores ou batedores de açaí, podem acessar melhores informações através do Departamento de Vigilância Sanitária da Sespa, cujo número de contato é (91) 4006-4283.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *