Curionópolis registra menor índice de dengue no Pará

Publicado em 11 de março de 2011

 

 

Olha aí Curionópolis dando lições de novo da possibilidade real de se gerenciar um município de reduzidos recursos públicos, desde que se trabalhe com responsabilidade e planejamento.

Até a última sexta-feira, 4, a secretaria municipal de Saúde havia notificado 55 casos de dengue em todo o município. Deste número, apenas 13 casos da doença foram confirmados, em 2011.

Por causa disso, Curionópolis assume a dianteira, no Estado do Pará, entre os 144 municípios que menos casos de dengue registrou, de janeiro a 4 de março deste ano.

Detalhe: Curionópolis faz fronteira com Parauapebas, onde a dengue ganhou traços de quase epidemia, além de estar situado geograficamente na área de maior incidência de vilas garimpeiras, – entre elas, o distrito de Serra Pelada.

Ao tomar conhecimento da boa notícia, o poster localizou esta manhã a secretária de Saúde de Curionópolis, Elizete de Abreu, obtendo dela três explicações básicas para o sucesso de seu travbalho:

1- Realização progressiva de campanhas educativas e de conscientização, envolvendo escolas e igrejas diversas;

2- Visita constante de agentes de saúde a domicílios urbanos e rurais – numa programação iniciada desde o primeiro ano da gestão de Wenderson Chamon, para o cumprimento de metas elaboradas desde então.,

3- E, por último, resposta da própria comunidade, ao seguir regras comportamentais para evitar a proliferação do mosquito.

“Esses números (13 casos confirmados) são resultantes de uma consciência de cidadania, é o envolvimento direto da população por acreditar nos esforços que estamos fazendo, dia a dia”, resume a jovem secretária.

Para se ter ideia do que representa a confirmação de apenas treze casos de dengue em Curionópolis, em mais de 60 dias do ano de 2011, a média de 13 casos é registrada por semana, na maioria dos municípios paraenses.

A redução a “números civilizados” dos casos de dengue significa melhor qualidade de vida no município, avanços significativos na área de saúde numa cidade que sempre viveu cercada de miséria.

O blog fica feliz, pacas, ao dar esse tipo de notícia.