Cristina derruba monopólio televisivo

 

Quando o governo quer adotar medidas extensivas ao bem comum, não tem grupo econômico que o detenha.

Que o diga a presidente da Argentina, Cristina Kirchner.