Hiroshi Bogéa On line

Crise instalada

Do jeitinho que o blog antecipou: a Executiva Municipal do PT de Marabá aprovou resolução repudiando o Chefe da Casa Civil do governo do Estado, Charles Alcântara.
Abaixo, a íntegra do documento:
A Executiva Municipal de Marabá do Partido dos Trabalhadores, em reunião ampliada, realizada no dia 19 de setembro de 2007:

Considerando a visita do Chefe da Casa Civil a Marabá, no dia 17 de setembro de 2007, para o fim de, em solenidade pública, abonar fichas de filiação ao PT de várias pessoas, inclusive inimigas deste Partido, à revelia do Diretório Municipal de Marabá; Considerando que a atitude do Chefe da Casa Civil representou desrespeito ao Diretório Municipal, arrogância e utilização indevida do cargo público que ocupa;
Considerando que o Chefe da Casa Civil, em suas declarações à imprensa deu como certa a filiação dessas pessoas, desconsiderando o que diz o art. 5º do Estatuto do PT.
RESOLVE: repudiar com veemência a atitude do Chefe da Casa Civil da Governadoria do Estado, Senhor Charles Alcântara, esperando que medidas sejam tomadas no âmbito do Diretório Regional do Pará contra o referido filiado.
Marabá, 19 de setembro de 2007.

O ´barato´ é conseqüência da filiação do professor Dionísio Gonçalves, abonada pelo secretário Alcântara.

Estabelecido o confronto, e como bem o disse fonte credenciada do PT, alguém vai sobrar nessa curva. Preferencialmente, o mais fraco.
Post de 

8 Comentários

  1. Anonymous

    25 de setembro de 2007 - 14:31 - 14:31
    Reply

    Hiroshi,

    Esse PT marabaense é fantástico. Deve-se regozijar com a campanha de presidencial de 1989, quando o PT rejeitou Ulisses Guimarães. Quanto tempo passou e eles não vêem que o PT é outro, nem melhor nem pior, é simplesmente outro.

    Não conheço o Professor Dionísio, mas que coisa doida é essa em torno do ilustre, que coisa mais sem fundamento.

    Será que a companheirada já ouviu falar de “mensalão, dólar na cueca, SMPB, Banco Rural, Delúbio, Silvinho Land Rover.

    Os tempos mudaram! Deixem disso!

    Não tem sentido, façam a disputa interna.

    Sejam “majoritários”!

    E não esqueçam de pedir desculpas ao Professor.

  2. Anonymous

    24 de setembro de 2007 - 21:22 - 21:22
    Reply

    Muito me espanta a nota da Executiva Municipal de Marabá do Partido dos Trabalhadores, pois recentemente aceitaram de bom grado a filiação de Benjamin Tasca, velho conhecido da Direita em Itupiranga, eterno crítico do PT; de Cazuza, ex-prefeito de São João, pelo PSDB; e de Regivaldo, ex-vereador pelo PSDB e ex-assessor do Prefeito Tião Miranda, entre muitos outros e agora questiona a filiação de Dionísio Gonçalves, que trabalhou incessantemente na campanha da Governadora Ana Júlia e do cadidato a Deputado Estadual Ademir Martins (DS). Deu a doida nesta executiva ou eles estão perdidos?

  3. Anonymous

    24 de setembro de 2007 - 01:10 - 1:10
    Reply

    É prematuro tirar algumas conclusões agora. Vamos aguardar. É importante avaliar cada possibilidade, para saber quais serão os benefícios que o PT terá nas próximas eleições com a vinda do professor Dionisio. Independentemente do caminho que será tomado, tenho certeza que o partido marchará unido para a vitória – espero.

  4. Anonymous

    23 de setembro de 2007 - 01:15 - 1:15
    Reply

    Mas isso é crime!!!
    Viajar às custas do erário público a pretexto de participar de solenidade pública para, na verdade, “…abonar fichas de filiação ao PT de várias pessoas, inclusive inimigas deste Partido…” é ato ilícito do Chefe da Casa Civil.
    Como reconhece a Nota do Diretório do PT-Marabá, é utilização indevida do cargo público que ocupa, e isso precisa ser apurado pelo Ministério Público e Assembléia Legislativa.
    ABSURDO !!!

  5. Hiroshi Bogéa

    22 de setembro de 2007 - 20:01 - 20:01
    Reply

    Oi, Bia:
    Pois alguém vai precisar retificar notas e declarações. Fique escutando.
    Beijos

  6. Anonymous

    22 de setembro de 2007 - 19:06 - 19:06
    Reply

    Como petista que quero ver o nosso partido cada dia maior, e com bons quadros para ampliar sua atuação junto ao eleitorado, DECLARO que o articulador de toda a movimentação dentro da Executiva Municipal está sendo o ADVOGADO RONALDO GIUSTI. Ele não se conforma em não ter a mulher dele na direção da 11 REGIONAL DE SAÚDE, culpando sempre o doutor CHARLES ALCANTARA como o responsável por isso, em favor de um nome do ASDRUBAL BENTES.
    Ele também diz para todo petista ligado ao comando do partido que a fialiação do professor Dionisio é uma responsabilidade do Charles, por isso ele está lutando para tentar desmoralizar o CHEFE DA CASA CIVIL.
    Eu sigo isso e posso testemunhar, caso seja chamado por alguem da alta direção do PT.
    O doutor Ronaldo, para quem nao se lemnbra, foi um dos raros nomes da DS que nao compareceu à solenidade de filiação de novos companheiros em Marabá, com a presença do DR. Charles.
    Ele vai fazer uma guerra dentro do PT por causa disso, podem conferir mais lá na frente. Já conseguiu a aprovação dessa resolução.

  7. Robson

    22 de setembro de 2007 - 17:10 - 17:10
    Reply

    Saudções,
    A BR 222 vem a esse blog declarar apoio ao companheiro Dionisi, Bom Jesus do tocantins Dr. Sidney, Abel Figueiredo, Vereador Robson Messias, Rondon do Pará Jorge Luiz da executiva do PT, Dom Elizeu o Pastor Elias.

  8. Bia

    22 de setembro de 2007 - 13:38 - 13:38
    Reply

    Bom dia, companheiro (de jornada, de jornada!)

    aí, há controvérias.

    Se a corda romper do lado mais fraco, alguém vai precisar retificar notas e declarações.

    Se o partido diz “…que a atitude do Chefe da Casa Civil representou desrespeito ao Diretório Municipal, arrogância e utilização indevida do cargo público que ocupa…”, eu não digo coisa alguma, mas vou ficar escutando.

    Abração.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *