Crimes ambientais: maquinários, documentos e armas de fogo são apreendidos em Novo Progresso

Publicado em 13 de setembro de 2021

A Polícia Federal cumpriu três mandados de busca e apreensão em Novo Progresso, no último sábado (11). Os alvos são investigados pela Operação “Alerta Amazônia”, que visa combater o desmatamento ilegal no interior da Floresta Nacional do Jamanxim, localizada no município do sudoeste paraense. Foram apreendidos documentos, armas de fogo e diversos maquinários que seriam utilizados na atividade ilegal.

As investigações da PF apontaram um total de 748 hectares de vegetação nativa desmatada por corte raso, sem autorização dos órgãos competentes. Diante da evidência, foi representado pelo mandado de busca e apreensão em três endereços distintos, os quais foram autorizados pela Justiça Federal, Subseção Judiciária de Itaituba.

Durante o cumprimento dos mandados, os policiais federais apreenderam diversos documentos, além de uma motosserra, um aparelho celular, um trator, três espingardas de diferentes calibres e 10 munições calibre 28. Os bens dos investigados também foram sequestrados e bloqueados.

Os objetos apreendidos foram encaminhados para o setor de perícias da PF. Caso seja confirmada a hipótese criminal, os investigados responderão pelos crimes constantes na Lei de Crimes Ambientais (Lei n. 9.605/1998), no artigo 40 em concurso com o art. 40-A. As investigações seguem em andamento.