Crime no rio Parauapebas

Seguindo rumo a um lugarejo denominado Colônia Paulo Fontelles, o poster deparou com enorme depósito de lixo da cidade, no exato momento em que intensa chuva desabava, carregando ladeira abaixo resíduos de material contaminado em direção ao rio Parauapebas.

Muitas pessoas haviam advertido o repórter da necessidade de ver com seus próprios olhos o crime ambiental oficializado. Deu pra ver, sim, a verdade.

Há, inclusive, comprometimento com o Ibama, do prefeito Darci Lermen (PT), de investir na construção de um aterro sanitário. Termos de uma espécie de ajuste de conduta negociados há mais de dois anos sem que nada tenha sido feito pela prefeitura.

O prefeito não está nem aí para o Ibama. E o Ibama, também se lixando para essas questões de preservação ambiental.

Ou seja, ambos fazem de conta. Darci e o órgão federal.