Hiroshi Bogéa On line

Cresce na Internet campanha contra projeto da bancada ruralista

 

A ONG  Avaaz.org, uma das mais barulhentas nas mídias sociais, acaba de anunciar nova luta.

Agora é contra a bancada ruralista.

Movimento busca assinaturas dos brasileiros, conforme a entidade explica:

—————

 

 

Neste momento, a bancada ruralista do Congresso está se articulando para passar uma lei insana que poderá transformar uma das nossas reservas biológicas mais preciosas na Amazônia num verdadeiro pasto, mas juntos podemos impedir que isso aconteça e proteger esse paraíso natural.

Animais em extinção, plantas desconhecidas e a tribo indígena mais ameaçada do mundo, os Awá-Guajá, estão confinados nos 20% restantes da Reserva Gurupi. O resto da terra foi destruída por fazendeiros visando lucro a curto prazo. Agora, um deputado e o poderoso lobby ruralista quer acabar de vez com os últimos acres da reserva e estão se articulando fortemente para conseguir os últimos votos de que precisam para vencer.

O voto pode acontecer a qualquer momento. Assine a petição urgente agora para mandar uma mensagem ensurdecedora aos parlamentares indecisos dizendo que destruir os nossos tesouros naturais em nome do lucro a curto prazo pode somente significar um desastre para o nosso país no longo prazo. Quando alcançarmos 200.000 assinaturas a Avaaz levará a voz das lideranças indígenas de Gurupi diretamente aos deputados. 

Essa reserva é o último remanescente de Floresta Amazônica que existe no Maranhão e representa menos de 20% da área original de floresta no Estado. O restante já foi convertido em madeiras serradas e hoje já virou área destinada a atividades agropecuárias. 

Em 1988, a terra dos Awá-Guajas foi demarcada e registrada como reserva biológica, ou seja, território protegido. Este é o último recurso deles para evitar que percam tudo o que têm. Mas o deputado Weverton Rocha, apoiado por poderosos fazendeiros, quer revogar essa decisão, o que seria a sentença de morte dos Awás e sua cultura. 

Em uma reportagem, um dos líderes da Aldeia Juriti deixou claro o quão importante é a ligação da tribo com a natureza e disse: “Os madeireiros estão matando as árvores. Vão matar os Awá. Eu vou enfrentar os madeireiros. Eu tenho coragem.” Vamos apoiar esse corajoso líder e salvar sua casa e uma das maravilhas naturais do Brasil. 

Assine agora a petição: 

Quando os Guarani-Kaiowás foram ameçados de serem expulsos de suas terras, nossa comunidade se mobilizou rapidamente e entregou nossa petição para o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Juntos ajudamos a prevenir sua remoção forçada. Vamos nos unir mais uma vez para proteger a Amazônia e os Awás.

Com esperança e determinação, 

Avaaz 

MAIS INFORMAÇÕES: 

Paraíso Sitiado (O Globo)

Amazônia maranhense requer atenção para continuar existindo (O Eco)

Tribo amazônica Awá envia carta de alerta ao ministro da Justiça (O Estado de S. Paulo)

Maranhão: o ataque a Rebio Gurupi e às terras dos Awá Guajá (O Eco)

Tribo brasileira é a ‘mais ameaçada do mundo’, diz entidade (BBC)

Deputado quer acabar com a Reserva do Gurupi (Vias de Fato) 

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *