Corroendo aos poucos

Publicado em 7 de agosto de 2007

No final da tarde de segunda-feira, 6, amigo que trabalha em escritório regional da Agência de Defesa Agropecuária mostrava a este poster alguns produtos químicos geradores de terríveis danos à saúde dos servidores escalados no campo. Três dos mais perigosos são o Folisuper, Tamaron e Benlat. Esse amigo integra a comissão criada pelo Sindicato da classe para conscientizar a população e as autoridades das condições de trabalho impostas sem que o trabalhador tenha segurança mínima no manuseio de medicamentos. Falta tudo, inclusive equipamentos adequados.
O caso está lembrando as vítimas da Sucam, até hoje abandonadas sem que o governo federal os tenha indenizados corretamente.Todos se acabaram em pleno picadeiro. Inválidos.