Correia Mercúrio é resultante da intermediação competente de dirigentes governistas

Investimento de quase R$ 100 milhões, a Correia Mercúrio foi inaugurada em Marabá nesta semana com a missão de produzir 7 mil toneladas/ano de correias transportadoras, produtos fundamentais setores de base, como a siderurgia, agronegócio e  mineração.

O empreendimento que abriu 200 postos de trabalho em Marabá teve duas pessoas importantes na batalha para a consolidação da planta industrial, Ítalo Ipojucan – presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá; e Adnan Demachki,  secretário de Desenvolvimento Econômico do Pará.

Ítalo, ainda quando ocupava a secretaria de Indústria e Comércio do Município, na gestão  de João Salame, percorreu diversas vezes o trecho Marabá-São Paulo-Belém-Marabá, envolvendo o governo do Estado e a Prefeitura de Marabá no ambicioso projeto.

Ítalo e Adnam – Esquerda e à direita do vice-governador, participando da inauguração da indústria.

Adnan fez o mesmo, colocando em prática o discurso da cultura de verticalização das matérias-primas paraenses.

A implantação da Correias Mercúrio deu-se no iniciou do mês de outubro de 2015, com  as atividades de preparação de terreno e terraplanagem da sua nova planta localizada no distrito industrial de Marabá.

Só que muito antes, mais ou menos dois anos anteriores, Ítalo e Adnam trabalharam intensamente para bater o martelo com os dirigentes da Mercúrio.

O blogueiro faz questão de fazer justiça ao trabalho dessas duas criaturas, intermediadoras competentes nas negociações com os dirigentes da industria paulista.

A Correia Mercúrio é a maior produtora de correias transportadoras da América Latina, empregendo cerca de 500 pessoas, em sua sede, na cidade de Jundiaí, São Paulo.

Ao fomentar a ampliação da atividade industrial, o governo do Pará cria um ambiente favorável para a dinamização da economia e geração de emprego e renda em todas as regiões do Estado. Entre as empresas que manifestaram interesse no mercado paraense está a Mercúrio, que inaugurou oficialmente, nesta quarta-feira (4), no Distrito Industrial de Marabá, na região sudeste, sua mais nova fábrica de correias transportadoras no País. A cerimônia contou com a presença do vice-governador Zequinha Marinho, secretários de Estado, fornecedores, empresariado e autoridades locais.
FOTO: ANTÔNIO SILVA / AG. PARÁ
DATA: 04.10.2017
MARABÁ – PARÁ