"Coronel Anuar" ataca

Comentarista do blog informa que a situação em Canaã dos Carajás está cada dia pior. Na segunda-feira (29), professores da rede municipal de educação realizaram passeata pacífica pelo centro comercial exigindo o pagamento de salários atrasados – incluindo o décimo terceiro de 2008. A passeata terminou na porta da residência do prefeito Anuar Alves (PDT), que pra não perder o estilo recebeu os servidores no berro – literalmente.

Das mãos de uma professora, Anuar arrancou-lhe o microfone, arremessando-o ao chão, ordenando, em seguida, aos seguranças particulares, que acabassem com a manifestação.

Não deu outra: com farta distribuição de socos e pontapés os desassistidos servidores foram colocados pra correr, ao som de disparos de armas de fogo e muitos gritos.

Alguns educadores saíram feridos do entrevero.

O bagaço tem BO registrado na Delegacia de Polícia.

Fato relevante:
Aonde Ministério Público e o Judiciário deveriam meter o bedelho para estancar as bandalheiras de um prefeito que responde por acusações antigas de todo tipo de safadeza, escancarando agora desmoralização geral -, nenhuma palha é movida.

Fazem vista grossa a esses desmandos.

Preferem determinar contra-ordens aos Executivos estadual e municipais a intervenções que são, constitucionalmente, exclusivas destes – desestabilizando a organização jurídica da democracia em que a sua essência, como sistema político, reside na separação e independência dos poderes fundamentais do Estado.

——————

atualização às 21:08

Blog publica nesta quarta-feira, 01, esclarecimentos da Prefeitura de Canaã dos Carajás a respeito dos atritos entre educadores e o prefeito Anuar Alves.