Coquetel de medicamentos ajuda a prevenir covid em 81%, diz estudo norte-americano

Publicado em 12 de abril de 2021

Nesta segunda-feira, 12, a empresa norte-americana Regeneron Pharmaceuticals divulgou os resultados da fase 3 de um coquetel para reduzir as possibilidade de contrair o novo coronavírus. A medicação foi desenvolvida em parceria com a suíça Roche.

O estudo utiliza a combinação dos medicamentos Casirivimab e Imdevimab para evitar casos sintomáticos entre pessoas que moram na mesma residência que pessoas diagnosticadas com a covid-19.

Segundo o laboratório, uma dose da combinação administrada por injeção pode reduzir em 81% o risco de a pessoa desenvolver um caso sintomático da covid-19. Os demais participantes do estudo tiveram sintomas leves e com permanência menor, de no máximo sete dias.

O estudo foi feito com uma amostra de 1.505 pessoas não infectadas pelo novo coronavírus e que não tinham anticorpos para a doença e viviam na mesma residência que alguém que teve covid-19 nos quatro dias anteriores.

O coquetel está liberado para uso em caráter emergencial nos Estados Unidos desde novembro passado para pacientes com pelo menos 12 anos e 40 quilos.

O comunicado informa que “Se autorizada, a administração subcutânea conveniente de Regen-Cov pode ajudar a controlar surtos em ambientes de alto risco, nos quais os indivíduos ainda não foram vacinados, incluindo famílias e ambientes de vida em grupo” diz.