Hiroshi Bogéa On line

Considerações sobre fechamento do blog

 

 

Elegante, como sempre, em seus textos num dos blogs mais lidos do Pará, o deputado estadual Parsifal Pontes (PMDB, abordou o pedido de fechamento do blog feito pelo candidato a prefeito Sebastião Miranda (PTB).

Reproduzimos, na íntegra, a visão libertária de Parsifal.

 

 

 

Leio que o deputado Tião Miranda (PTB), candidato a prefeito de Marabá, reinou com o Hiroshi Bogéa, por esse ter publicado em seu blog a carta de um sindicalista com referências desfavoráveis à sua candidatura.

Tião Miranda resolveu ralhar com o Hiroshi na Justiça, onde requereu a retirada do texto, cominação de multa e publicação de direito de resposta.

> Dois fatos em cotejo

Isso me remete à atitude, democraticamente exemplar, do juiz Paulo Jussara, que ao ver o seu nome, e o do filho, relacionados em favorecimento político no blog “A Perereca da Vizinha”, ao invés de se fardar com a toga optou por exercer o direito de resposta em um educado e respeitoso e-mail ao blog citado.

Mais recentemente, o mesmo referido blog publicou postagem sobre a remuneração dos desembargadores paraenses, denunciando vencimentos de até R$ 90 mil no Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE-PA).

Os desembargadores poderiam descer o peso das suas togas sobre os ombros da jornalista que assina o blog, mas optaram por, educadamente, através do Departamento de Relações Institucionais do Tribunal, enviar as suas explicações, solicitando que as mesmas fossem publicadas, o que foi feito.

> O debate de ideias acima das vaidades pessoais

 

Os agentes públicos devem satisfações aos contribuintes e as críticas são composições que devem ser analisadas sob dois aspectos.

Primeiro, se ela diz respeito à atividade pública. Se assim for, deve-se recebê-la com serenidade e travar o debate, que é a essência da depuração democrática, onde as ideias estão acima das vaidades pessoais.

Se a crítica ultrapassa a atividade pública avalia-se a busca do reparo, que aí vai além da resposta em mesmo espaço. Mesmo assim, todavia, é necessário juízo de valor específico para que se conclua se a busca judicial é razoável, ou não, pois a razoabilidade das nossas ações é o que dita se as empreitadas valem o tento.

> Indefiro

Não vi na carta do sindicalista publicada no “Blog do Hiroshi”, nada além de considerações sobre o político Tião Miranda, portanto, meu caro Tião, fosse eu o juiz dessa querela, indeferiria o seu pedido.

Quanto ao direito de resposta, é claro que assim que for enviado, o Hiroshi não hesitará em publicá-lo, não sendo necessário incomodar a Justiça com tal deferimento.

Notas do blog:

1) O juiz Eduardo Teixeira, numa sentença impecável,  negou o pedido de fechamento do sítio;

2) O jornalista Hiroshi Bogéa publicaria integralmente, sim, o pedido de retratação, caso o candidato Miranda o enviasse ao blog – como sempre fez com todo tipo de encaminhamento nesse sentido.

3) trechos grifados do texto são de autoria do próprio Parsifal.

Post de 

2 Comentários

  1. Vera Paoloni

    28 de agosto de 2012 - 13:05 - 13:05
    Reply

    Hiro,

    registro minha total e irrestrita solidariedade a ti a à mida livre. O Fórum Paraense pela Democratização da Comunicação manifesta integral solidariedade de expressão.
    Grande abraço,
    vera paoloni

    • Hiroshi Bogéa

      28 de agosto de 2012 - 14:19 - 14:19
      Reply

      Verinha, meu agradecimento carinhoso. Beijos

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *