Confronto planejado

Publicado em 5 de maio de 2007

No início de noite de ontem (04), lideranças de fazendeiros realizaram rápida reunião em Parauapebas quando decidiram partir para o confronto. Por toda esta madrugada há mensageiros dos pecuaristas levando orientação aos proprietários de terras mais longínquas convocando-os, e a grupos armados, para se juntarem numa grande reunião marcada para a tarde deste sábado. A destruição de dois caminhões pertencentes a grupos que na visão dos sem-terra representam o latifúndio, é a prova, segundo membro do Sindicato dos Produtores Rurais de Parauapebas, de que “a anarquia e a luta de classe são o objetivo final e ideológico do movimento dos sem-terra”. Eles também agora querem confrontar.