Confirmada audiência para tratar da derrocagem

Publicado em 3 de maio de 2013


Bernardo-Figueiredo-20120828-02-size-598

A pedido da diretoria da Associação Comercial e Industrial de Marabá, tendo à frente Mauro Souza, presidente em exercício,  a senadora Kátia Abreu confirmou audiência com o presidente da Empresa  de Planejamento Logístico, Bernardo Figueiredo (foto), para tratar de projetos logísticos aventados para o Sul do Pará.

Durante a presença de Kátia Abreu em Marabá, a ACIM ultimou o pedido da audiência, na qual  será debatido o projeto de derrocamento do Lourenção, e a definitiva implantação da hidrovia.

Mauro Souza estendeu convite ao empresário Italo Ipojucan, secretário de Indústria e Comércio de Marabá, que tem se destacado, nos últimos anos,  como uma das personalidades do Estado que mais tem lutado para que a derrocagem do Tocantins seja uma realidade.

Há informações de que o deputado Giovanni Queiroz e o Vice-Governador Helenilson Pontes, também manifestaram interesse em participar da reunião – sem que, no entanto, tenham ainda confirmado suas presenças.

Procurado há pouco, Ítalo Ipojucan disse que levará informações detalhadas para serem entregues ao presidente da EPL, “a fim de que possamos sensibilizá-lo da necessidade do órgão estatal ser um dos ardorosos defensores da hidrovia, uma vez que sabemos do interesse dele em fazer um diagnóstico das necessidades logísticas do país e montar, a partir de pesquisas, uma série de projetos para esses gargalos”, esclarece Ítalo.

De acordo com Mauro Sousa, “a Associação Comercial e Industrial de Marabá tudo fará para que os governos federal  e  estadual, olhem com o cuidado que merecemos para a execução, imediata, das obras de derrocagem do Tocantins, e e hora é esta, já que a Vale entregou ao Dnit o projeto executivo do empreendimento”.

A audiência, em Brasília, está confirmada para o dia 10 de maio, na sala da presidência da EPL.