Hiroshi Bogéa On line

Concurso público anulado na mira do Ministério Público

 

 

Nesta terça-feira (05), foi expedida, pela promotora de justiça de Direitos Constitucionais Fundamentais, Defesa do Patrimônio Público e Moralidade Administrativa, Elaine Castelo Branco, recomendação à Secretaria de Estado e Administração e Polícia Civil do Estado, para que, no prazo de dez(10) dias, apresentem resposta por escrito ao Ministério Público, referente à situação dos candidatos inscritos no concurso público nº C – 160 e C – 161 da Polícia Civil.

Vários candidatos buscaram o Ministério Público do Estado para saber o que acontecerá com aqueles que já efetuaram o pagamento do concurso em roga.

O Ministério Público estabelece que, para que os candidatos inscritos nos concursos anulados possam fazer novas inscrições, as instituições responsáveis devem manter os horários anteriores da prova.

A SEAD e Polícia Civil devem tomar todas as provisões indispensáveis para amparar os direitos dos candidatos inscritos no concurso anulado, no prazo determinado, sob pena de acarretar ato de improbidade administrativa.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *