Hiroshi Bogéa On line

Concursados protestam por nomeação na Semma

 

 

Nesta quinta-feira (07), a Associação dos concursados do Pará realizará um protesto por nomeação.

A grande motivação para o ato foi a pronunciação da secretária do Meio Ambiente em dizer que os aprovados no concurso não serão nomeados, mesmo sendo notório o fato da repartição obrar com um número de funcionários abaixo do que realmente se é exigido por lei.

O manifesto ocorrerá em frente à secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Belém.

 

———————-

Atualização às 16:01

 

Informação do blogueiro,  e gente fina,   professor Alan Souza, postada na caixa de comentários:

 

Hiroshi, o que a secretária do Meio Ambiente acha ou deixa de achar sobre esse assunto é irrelevante. STJ e STF já decidiram, há muito tempo, que quem foi aprovado dentro do número de vagas tem direito à nomeação.

Mesmo quando o concurso só prevê formação de cadastro de reserva, se houver vaga aberta é obrigatório nomear o candidato aprovado. Essa é uma das decisões mais recentes do STJ.

A secretária devia era ficar mais esperta, pois as últimas decisões do STJ vem garantindo o pagamento da remuneração dos candidatos aprovados que recorrem ao Judiciário para obter nomeação desde a data de ingresso da ação. Ela pode estar arrumando um tremendo prejuízo pra Prefeitura, e pode acabar respondendo por esse prejuízo (falar em prejuízo, cadê o MPE? Está vendo isso?).

O que a Associação dos Concursados tem que fazer é parar de protestar e ir à Justiça. A Prefeitura de Belém não tem padrões racionais ou normais de Gestão Pública, logo não vai fazer nada pra resolver o problema. Só o Judiciário pode resolver. Simples assim”.

Post de 

2 Comentários

  1. Alan Souza

    7 de fevereiro de 2013 - 15:45 - 15:45
    Reply

    Hiroshi, o que a secretária do Meio Ambiente acha ou deixa de achar sobre esse assunto é irrelevante. STJ e STF já decidiram, há muito tempo, que quem foi aprovado dentro do número de vagas tem direito à nomeação.

    Mesmo quando o concurso só prevê formação de cadastro de reserva, se houver vaga aberta é obrigatório nomear o candidato aprovado. Essa é uma das decisões mais recentes do STJ.

    A secretária devia era ficar mais esperta, pois as últimas decisões do STJ vem garantindo o pagamento da remuneração dos candidatos aprovados que recorrem ao Judiciário para obter nomeação desde a data de ingresso da ação. Ela pode estar arrumando um tremendo prejuízo pra Prefeitura, e pode acabar respondendo por esse prejuízo (falar em prejuízo, cadê o MPE? Está vendo isso?).

    O que a Associação dos Concursados tem que fazer é parar de protestar e ir à Justiça. A Prefeitura de Belém não tem padrões racionais ou normais de Gestão Pública, logo não vai fazer nada pra resolver o problema. Só o Judiciário pode resolver. Simples assim.

  2. maraba

    7 de fevereiro de 2013 - 10:13 - 10:13
    Reply

    Bem que podiam fazer esse protesto na Sema de Marabá também.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *