Hiroshi Bogéa On line

Comissão emite Nota Técnica

A propósito de posts publicados no blog cobrando posição da Câmara de Marabá quanto às denúncias feitas contra Elka Queiroz, a vereadora Antonia Carvalho (Toínha) enviou emeio  com “nota técnica” sobre o que os integrantes da Comissão Especial de Inquerito julgam  “necessário, para melhor compreensão, de como está ocorrendo os trabalhos na Comissão Especial de Inquérito formada por esta Câmara de Vereadores, considerando que o princípio da transparência deve ser garantido neste processo“.

Na íntegra:

Nota Técnica


Com relação ao andamento dos trabalhos da Comissão Especial de Inquérito criada pela Portaria n° 01/2010, apresento a seguinte nota técnica:

1. A CEI foi criada pela Portaria n° 01/2010, de 15 de dezembro de 2010, da lavra da então Presidente da Câmara Municipal de Marabá, Vereadora Júlia Maria Ferreira Rosa, para apurar eventual utilização indevida de veículo a serviço do seu gabinete pela Vereadora Ismaelka Queiroz Tavares.

2. A CEI, composta pelos Vereadores Antônia Carvalho de Araújo Albuquerque (Presidente), Irismar Nascimento Araújo Sampaio (Relatora) e Leodato da Conceição Marques (Membro), foi instalada no dia 16/12/2010.

3. O prazo para conclusão dos trabalhos é de 30 (trinta) dias, a contar da instalação da Comissão, podendo ser prorrogado por igual tempo.

4. A Vereadora Ismaelka Queiroz Tavares foi notificada a apresentar defesa prévia no dia 28 de dezembro de 2010, podendo arrolar testemunhas e juntar documentos. O prazo para apresentar defesa é de 10 (dez) dias.

5. A CEI aguarda o término do prazo para a apresentação da defesa prévia, para então se manifestar sobre o prosseguimento da apuração.

Marabá, 05 de janeiro de 2011.

Veredora Antônia Carvalho de Araújo Albuquerque


Presidente da CEI

Post de 

14 Comentários

  1. Anonymous

    6 de fevereiro de 2011 - 22:50 - 22:50
    Reply

    no decorrer de todos as coisas muitas coisa irão aparecer, espero como foi feito pedido o afastamento da vereadora espero que o ministerio publico afasta os demais ate que apure essas denuncias.

    mMria Felix

  2. Anonymous

    6 de fevereiro de 2011 - 22:48 - 22:48
    Reply

    VEREADORA É FRACA, PORQUE SO ELA RESPONDER PROCESSO OU O ROSTO LINDO DELA ATRAIU AS INVEJOSA.

    JOAO FILHO

  3. Anonymous

    6 de fevereiro de 2011 - 22:45 - 22:45
    Reply

    O POVO MUITAS DAS VEZES TEM MEDO DE FALAR E MOSTRA O LADO ERRADO DOS PODEROSOS É VERDADE DEPOIS DA VEREADORA ISMAELKA, AGORA EDIVALDO SANTOS, FOI VISTO NO ESTACIONAMENTO DO SUPERMECADO DULAR NA ULTIMA SEXTA FEIRA SEM INDETIFICAÇÃO E OUTRA A SERVIÇO DE TERCEIRO, FOI O VEICULO DO RONALDO DA 33 PEDIMOS O MP QUE TOME AS DEVIDAS PROVIDENCIAS PARA APURAR ESTE CASO SER NÃO MP SEU PRESTIGIO VAI DESCER NO RIO TOCANTINS.

    HENRIQUE SOUSA NASCIMENTO

  4. Anonymous

    5 de fevereiro de 2011 - 21:43 - 21:43
    Reply

    EM BREVE ESTAREI LHE ENVIANDO DO VEREADOR RONALDO DA 33

    NOVA E QUENTE COM FOTO

  5. Anonymous

    5 de fevereiro de 2011 - 21:42 - 21:42
    Reply

    VISTA GROSSA
    FÉRIAS E CORTIÇÃO COM FAMILIA,

    Quem olha por Rabo dos outros termina esquecendo-se dos outros desta vez o Vereador Edivaldo Santos o Moto taxi é o alvo das denuncia do uso indevido do carro alugado para o seu gabinete é que funcionário da pipe balsa responsável pela travessia entre os estado do Tocantins e Pará afirmam que o mesmo já passou varias vezes na mesma antes do veiculo Polo e muito recentemente no veiculo gol antes da inauguração da Ponte, em uma das vezes aconteceu um breve acidente com o veiculo pois teve a porta do carro arrancada por outro veiculo cuja ocorrência esta registrada no boletim de ocorrência da empresa, é bom lembrar que o MINISTERIO PUBLICO PODE E DEVE SIM PEDIR A EMPRESA PIPES A RELAÇÃO DOS VEICULO COM O NUMERO DAS PLAVCAS NO PERIODO DE 2009 Á 2011 E VAI CONSTATAR DIVERSO CRIME DE QUEBRA DE DECORO PARLAMENTAR.

    QUERO SABER ALGUEM DIZ PELA CIDADE QUE O HIROSHI E O MINISTERIO PUBLICO ESTAR PERSEGUINDO A OUTRA VEREADORA, AGORA VAMOS VER SER VAI TER UMA APURAÇÃO PARA ESTE OUTRO VEREADOR.

    HENRIQUE SOUSA NASCIMENTO

  6. Anonymous

    8 de janeiro de 2011 - 15:17 - 15:17
    Reply

    Nesta terra de Muro baixo.Ter memória é o que menos interessa. Imagine só o que faz com que treze pessoas com poderes delegados pelo povo poderiam fazer, se tivessem o minimo de interesse,mas o que se vê e se ouve é só tragédia.mas é facil de visualizar que isso tudo que vc fez(denuncia,acionamento do MP.etc.,etc,etc…,Infelizmente não vai dar em nada.Essa câmara de veradores tem sido motivo de chacota nos quatro cantos deste estado,ali, tem sem excessões, o que de pior poderiamos ter na classe politica deste Municipio.Isso é uma opinião exclusivamente minha,isso é lamentavel mas tenho o direito de verbalizar minha opinião,pois essa é a verdade que eu vejo e vivencio nesta cidade.
    O carater das pessoas é profundamente duvidoso,visto que a maioria desses senhores e senhoras,legislam em causa própria,isso é fato,é notorio e de fácil comprovação.Todos nós sabemos disso. Tem vereador(a) que guarda o veiculo da câmara(locado) em casa como se fosse objeto seu. E ai eu pergunto .Isso é legal? Isso é moral?. Tem gente que não tem vergonha de pegar a requisição e desviar o combustivel para o seu carro particular ou no carro de parentes próximos.Irmã,marido,pai.filho. Como julgar o outro cometendo o mesmo equivoco ? Dai fica dificil tentar moralizar a coisa pública sendo também Imoral ou cometendo erros medonhos pior ou equivalente ao cometido pela Vereadora Elka.
    Obs: Não tome isso como uma defesa!!!
    Ramon Pinto Durães.

  7. Anonymous

    7 de janeiro de 2011 - 14:13 - 14:13
    Reply

    Hiroshi,

    O MP acaba de notificar a Câmara, pois foi observado que nenhum dos decretos que aprovaram os nomes dos atuais vereadores em homenagem ao prédio e demais espaços da nova sede,tem parecer jurídico, nem os pareceres das comissões de Justiça e Legislação, de Educação, Cultura, Desporto e Meio Ambiente, e o pior é que alguns os projetos nem foram assinados ou texto promulgado pelo presidente da época.

    Baseado nesse parecer o MP conclui que, juridicamente tais decretos legislativos não existem, porque não tiveram a formação validamente desenvolvida, não foram promulgados após formação regular com observância das exigências mínimas para sua validade.

    Mas não é só isso, o MP também observou os vícios materiais de inconstitucionalidade, ilegalidade e contrariedade regimental, pois foram infligidos desde a Constituição Federal até a lei interna da casa. É que a constituição claramente proíbe a denominação de prédios e demais próprios públicos de conterem o nome de pessoas vivas, sob pena de infringir os princípios da impessoalidade e da moralidade.

    ISSO É IMORAL!!!!!!!!!!

  8. Anonymous

    7 de janeiro de 2011 - 12:59 - 12:59
    Reply

    anonimo 7 de janeiro 06:59

    tu mora a onde irmão na china aqui no Brasil nao tem estado democrático kkkkk enforcar nao mais perder o mandato seria correto ta fazendo zorra com meu dinheiro tu deve ter memória fraca i nem quero falar em constituição um monte de leis feitas para enganar o pobre i safar os ricos dos crimes como c lei fosse valesse de nada aki vamos acordar

  9. Anonymous

    7 de janeiro de 2011 - 09:59 - 9:59
    Reply

    Gente,
    vamos deixar de pirotecnia. O processo de investigação está em curso, de acordo com a lei, garantindo-se o contraditório e a ampla defesa, conforme exige a nossa Constituição.
    Entendo que muita gente já fez o seu julgamento e gostaria que os vereadores enforcassem em praça pública a Vereadora denunciada. mas num Estado de Direito Democrático, as coisas não funcionam assim.

  10. Anonymous

    7 de janeiro de 2011 - 02:19 - 2:19
    Reply

    O corporativismo e forte dentro dessa casa que classifico com o bordel da sacanagem marabaense. Duvido isso dar em nada mais admiro pessoas como hiroshi que foi la i colocou a boca no trobone mais vc sabe nesse BRASIL onde a safadeza rola solta eo representates que c dizem do povo querem q o povo fod. Na realidade estao gozando de sua boa vida de parlamentar "dinheiro" i o povo so tomando ( O povo governando maraba c lascado e os representantes do povo estao pouco c lixando)

  11. Hiroshi Bogéa

    7 de janeiro de 2011 - 00:31 - 0:31
    Reply

    Prof. Alan, tenho esperanças de que as vereadoras Toinha e Irismar não nos decepcionarão. Não sei o que ocorrerá quando o relatório for à plenário. Esse barato aí, pra ficar ainda pequeno a fatura, carece de pelo menos 120 dias de suspensão do mandato da vereadora. Aguardemos.

  12. Anonymous

    7 de janeiro de 2011 - 00:21 - 0:21
    Reply

    Quem é João Matos? Acho que a vereadora tem que primeiro apresentar a defesa e depois a CEI tomar as providências.

  13. Prof. Alan

    7 de janeiro de 2011 - 00:17 - 0:17
    Reply

    Hiroshi, aposto contigo que esse processo morre com a apresentação dessa tal defesa prévia!

    A observar, mas surpresa pra mim será se isso tiver continuidade.

  14. Anonymous

    6 de janeiro de 2011 - 23:35 - 23:35
    Reply

    Esta N T da Vereadora Antonia, não diz absolutamente nada, não foi tomada nem uma inictiva administrativa no sentido de apurar as denuncias, pois com isso eles podem utilizar o tempo maximo de 60 dias previsto em dispositivo do Regimento Interno da Camara. Esta é a especialidade destes vereadores atuais desta legislatura, ganhar tempo, mas digo e repito voces todos vão ter a RESPOSTA por esta falta de iniciativa e postura de Vereadores Honestos que deveriam ser, em um futuro bem proximo.
    ESPEREM E VERAM.Porqu ainda não convocaram o JOÃO MATOS, que era quem dirigia o Veículo em questão, e somente perguntar oa que ele estava fazendo com esposa dele em São Paulo em um veículo da Camara "é público e notório que o usuário REAL do veíuculo é o Sr. João Matos" e não a Vereadora.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *