Hiroshi Bogéa On line

Começa temporada de praias em São João do Araguaia

Tudo começa na sede do município, uma pequena cidade com suas pessoas simples e atenciosas – ou um pouquinho  além, em Apinajés, vila de pescadores localizada a 6 km da sede,  onde se chega através de uma conservada estrada vicinal, que tem dois pontos de acesso – na própria cidade de São João ou na Rodovia Transamazônica.

É ali que o rio Araguaia desagua no Tocantins, no chamado Bico do Papagaio, na tríplice fronteira de Pará, Maranhão e Tocantins.

A pequena cidade de 13.616 pessoas (estimativa do IBGE para 2017)  não conta com muitos atrativos,  mas o que existe no seu entorno fluvial é suficiente para deixar qualquer visitante de “queixo-caído” tal a magnitude de suas praias e das corredeiras existentes no imenso pedral  que cobre o rio numa extensão de quase 30 km, sentido Marabá.

O são-joanense se orgulha de bater no peito dizendo “nossa cidade é banhada pelos rios Araguaia e Tocantins”.

E é verdade!

Os dois se encontram  quase em frente à cidade.

Um pouco mais rios acima, já que o Araguaia e Tocantins, depois de formarem pequeno estuário a 3 km  da sede do município, descem abraçadinhos, beijando-se em águas de cores diferentes.

Exatamente no estuário formado pelos dois rios, começa a sequência de praias lindamente situadas dos dois lados.

O rio Araguaia tem mais extensões de areia em seu dorso.

A primeira praia localizada no município de São João do Araguaia fica em frente à cidade.

É a Praia do Caju Amigo (abaixo)

O imenso pedral e corredeiras leves que separam a praia da cidade, são superadas por pequenos barcos, canoas e voadeiras, que fazem a travessia.

Antes do mergulho, ganha-se graus de adrenalina cruzando os pedrais  no curso de canais por onde as embarcações são conduzidas pelos experientes pilotos de São João.

De julho a outubro, na temporada de vazão, os rios Araguaia e Tocantins são responsáveis  pela formação de praias de variados tamanhos.

A praia do Caju Amigo tem extensão pequena, mas é enriquecida pela existência dos pedrais e suas corredeiras.

Quem  gosta de pesca esportiva desembarcada, não tem melhor lugar para fisgar Cari, tucunaré, jaú,  cachorra e pacu, esta espécime circulando mais ao redor de remansos formados pelos pedrais.

Na ribanceira da Praia do Caju Amigo, para quem gosta de  acampar debaixo de árvores, fugindo um pouco da areia da praia, existe um ponto de apoio denominado “Caju Amigo”.

Ali, o proprietário da área oferece infraestrutura para acampamento, predominando o uso de redes  atadas debaixo das árvores.

A calmaria da Praia do Caju Amigo atrai banhistas de todas as idades: vento, água, sol e belezas naturais são marcas do balneário.

No percurso que o blogueiro fez domingo retrasado pelas praias de São João do Araguaia, uma companhia especial guiou nossas andanças: Raniere  Frutuoso

Aos 53 anos, nascido em São João do Araguaia, Raniere conhece todas as praias da região, além  dos canais para cruzar cachoeiras e pedrais existentes nos rios Araguaia e Tocantins.

Ele é uma espécie de “embaixador informal” do Araguaia, espalhando conhecimentos e muitos causos para contar.

Passar um dia na companhia de Raniere, é sinônimo de aprendizado.

A sequência de posts que publicaremos esta semana mostrando as praias do município de São João do Araguaia será produzida a partir do serviço de guia oferecido pelo Raniere, ficando aqui nossos sinceros agradecimentos.

Rainere, experiência, e conhecimento das estórias do Bico do Papagaio. Um guia exemplar.

Quem mora em Marabá, Itupiranga, Nova Ipixuna, Bom Jesus do Tocantins, São Geraldo do Araguaia, Brejo Grande, Palestina, Eldorado do Carajás, Curionópolis, e São Domingos, cidades bem próximas de São João, ganharia horas agradáveis visitando as praias localizadas no estuário do Araguaia e Tocantins.

No último domingo, foi aberto oficialmente a temporada de Verão no município, com a realização de shows na estrutura de barracas montada à beira do rio, em frente ao histórico prédio da prefeitura municipal.

Shows com artistas e bandas regionais marcaram o domingo, com banhistas zarpando em todas as direções, atraídos pelo cheiro da água, areia e muito sol cobrindo as praias da região.

 

No próximo post, algumas considerações sobre a Praia do Jatobá e Vila de Apinajés, edificada à beira do Araguaia pelos pescadores locais.

Post de 

3 Comentários

  1. emiliano soares de souza filho

    18 de julho de 2018 - 18:52 - 18:52
    Reply

    Parabéns prazo amigo Hiroshi pela matéria, Nosso São João do Araguaia precisava desta visão jornalística, objetivando alavancar o Turismo deste município e de nossa região. Pois uma das atividades económicas mais promissoras é o atrativo turístico e São João do Araguaia possui todas as qualidades naturais para esse incentivo, não somente pela sua localização geográfica e do fácil acesso, mas também pelas belezas oferecidas dos recursos naturais (praias, lagos, ilhas). É como sempre dizemos: ¨São João do Araguaia é o berço da civilização contemporânea¨

    • Hiroshi Bogea

      20 de julho de 2018 - 09:16 - 9:16
      Reply

      Caro Emiliano, São João do Araguaia é o berço, também, do município de Marabá. E as belezas naturais desse lugar maravilhoso a todos nos encantam. A segunda matéria sobre a temporada alta de São João será publicada hoje. Abs, querido.

  2. Apinajé

    17 de julho de 2018 - 08:45 - 8:45
    Reply

    Boa Hiroshi! Li seu post com um misto de alegria e preocupação,alegria por ver meu cantinho sendo lembrado,preocupação por temer que esse pedaço pedacinho de chão sofra as mazelas normalmente provocadas pela falta de educação de turistas sem o menor senso de preservação.
    Para aqueles que vão desfrutar nesse verão um pouco do que o principado de apinajés tem de melhor,peço apenas que ao retornar de seu veraneio,recolham tudo que não é natural desse paraíso e levem consigo.
    Se tiverem que deixar algo,que seja uma boa impressão,se precisarem levar algo,que seja saudades,registros de imagem e a certeza de um breve retorno.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *