Hiroshi Bogéa On line

Com o Pará no peito

 

 

Terminado  o jogo Santos  2  X 1  Peñarol, Ganso desceu  apressado para o vestiário.

Voltou estufando no peito uma camisa com a bandeira do Pará.

Garoto de formação e centrado,  Ganso tem o mundo  literalmente aos seus pés.

 

—————————

Atualização às 10:44

Resumo do jornal “Marca”, da Espanha, sobre o jogo Santos  X Peñarol:
“Ganso estabeleceu o ritmo de jogo, dominou o tempo e jamais cometeu um erro na tomada de decisões. Sob seu comando, o Santos se sentiu seguro. Com Neymar, foi ousado e desafiador”.

 

Racional e preciso.

Diferente dos ufanistas cronistas esportivos brasileiros.

Post de 

5 Comentários

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    25 de junho de 2011 - 12:43 - 12:43
    Reply

    Sou santista e acho que o título das Américas ficou em boas mãos. Agora, prá enfrentar o Barcelona de Messi e Cia., precisa de alguns reforços e jogar muito mais bola. Em 25.06.11, Marabá-PA.

  2. Ary Quintella

    25 de junho de 2011 - 10:41 - 10:41
    Reply

    Dividir o Estado para dividir com Quem? eis a questão.

  3. Anônimo

    24 de junho de 2011 - 15:36 - 15:36
    Reply

    Parabéns ao Plínio.Lúcido e sem paixão faz uma análise precisa do momento.Além do mais ,perfeito quando fala dos oportunistas de plantão.Não adianta dividir (com falso ufanismo,infantis paixões ou má intenção desenfreada) sem propor soluções.Se for pelo tamanho do atual estado,que esta enorme região eleja pessoas que efetivamente sejam líderes do bem e estes ocuparão lugar de destaque pelos seus valores e não por favorecimentos.Só para constar,olhem estes profetas que como arautos da liberdade babam sobre esta divisão:são na maioria políticos ávidos por poder e mais poder.Há milhares de pesoas de bem que estão esperando a terra prometida.Esta emancipação será só para eles.A pobreza e demais mazelas continuarão para nós povo trabalhador e ocupado.Eles irão para governos,assembléias,secretarías,senado,Câmara e assesorias.Muito possibilidade de mais corrupção e desmando.Esra grana que está sendo recolhida vai ser cobrada logo,e com juros.Entendam;Não almoço de graça em lugar nenhum.

  4. ANONIMO

    24 de junho de 2011 - 07:56 - 7:56
    Reply

    O “Ganso” é um craque em todos os sentidos,um artista com a perna esquerda,visão de jogo perfeita,posicionamento em campo fantástico,frieza na hora de decidir,não se influencia com esse modismo (brinco/cabelo moicano),resumindo… equilibrado. Fica uma grande dúvida c/a sequencia de sua carreira pois já foi operado duas vezes de cada joelho,a torcida é à favor !

  5. Plinio Pinheiro Neto

    23 de junho de 2011 - 11:08 - 11:08
    Reply

    Caro amigo Hiroshi.

    O bonito nisso tudo é que ele não culpa o Pará por não ter sido reconhecido aqui e tem orgulho de ser paraense.Sinto esse mesmo orgulho e não me importo se às vezes não reconhecem o mérito de algo que posso ter feito e, simplesmente, procuro contribuir para que as coisas melhorem ou seja, em lugar de amaldiçoar a escuridão, acendo uma candeia.Se em lugar de culparmos o Pará pelas nossas mazelas, que são as mesmas vividas pelas outras unidades federativas, procurassemos ser mais aplicados no escolha dos candidatos, nos aplicassemos em preparar as gerações futuras para ocuparem o lugar que hoje está sendo ocupado por “paraquedistas” como gosta de dizer o Asdrubal, por certo viveriamos em melhores condições.Não creio que, simplesmente, criar um novo Estado, resolva os nossos problemas, pois a raiz dos males vai muito além disso.Estranho e muito a afluencia de politicos do Tocantins a engrossarem o coro da emancipação, alguns, inclusive, repudiados pelas urnas de lá.Que amor repentino é esse pela bela cor de nossos olhos? Parabéns Ganso por vestir com orgulho a camisa do Pará e que outros venham a vesti-la em lugar de desprezá-la.
    Um grande abraço do amigo

    Plinio Pinheiro Neto

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *