Hiroshi Bogéa On line

Coluna do Diário do Pará

Resumo da coluna do poster no Diário do Pará, publicada, excepcionalmente, quarta-feira, 11:

A Eletronorte deu o sinal verde para Maurílio Monteiro negociar com a STR – empresa que já está com produção nominal de 40 milhões de gás natural em Capinzal do Norte, no Maranhão -, projeto do gasoduto Maranhão-Pará que transportará gás natural daquele município até o Distrito Industrial de Marabá;

Como presente de aniversário do município, Ana Júlia desembarcará dia 5 de abril, em Marabá, para assinar ordens de serviço das obras do Distrito Industrial (infra-estrutura e Centro de Convivência) e Plano de Negócios do Centro Tecnológico do Tocantins, tudo sob o comando da Sedect. E, até lá,se a Sedurb, comandada por Suely Oliveira, conseguir desarmar o nó em que se encontram as obras de saneamento, urbanização e habitação do bairro Cabelo Seco, é provável que a governadora faça uma visita ao local;

Era tudo o que os empresários, comerciantes e prestadores do Sul do Pará não queriam. A CR Almeida é quem ficou responsável pela implantação da estrutura industrial do Projeto Salobo, trazendo à reboque uma penca de firmas do Sul do país para prestarem serviços à empreiteira. Os primeiros sinais de que o setor produtivo da região ficará a ver navios, em tempo de tempestades, alijadas do processo;

Na festa de aniversário do deputado João Salame, ele lamentou o plano secundário dado pelo governo de Ana Júlia ao município, que não tem um represente numa das 17 secretárias de Estado -, reconhecendo, no entanto, que a governadora é aquela que mais se aproximou do interior nas últimas décadas, visitando-os com freqüência ou escalando seus auxiliares em andanças pontuais. Finalizou ecoando o grito de que o Sul do Pará não apoiará nenhum candidato caso não tenha um de seus filhos candidato a vice-governador;

Finalmente, oficializado, na quarta-feira, 11, ato de consolidação de autonomia da Unidade Regional Carajás da Sema, com sede em Marabá, depois de mais de dois anos de muito trabalho na busca pela descentralização da gestão ambiental. Tony Rosa foi efetivado gerente da unidade que administrará ações em doze municípios do Sudeste;

Até 3 de abril, a obra genial do artista plástico Antonio Morbach ficará exposta ma Pinacoteca Municipal “Pedro Morbach”, no interior da Fundação Casa da Cultura de Marabá (FCCM).

Post de 

3 Comentários

  1. Anonymous

    18 de março de 2009 - 14:36 - 14:36
    Reply

    Prezado Hiroshi,

    A questão era falta de autonomia, agora a situação está parcialmente resolvida. Isto é, autonomia parcial para a Unidade REgional da SEMA. Conquistada as duras penas e com o trabalho desenvolvido por ELE (tony Rosa), que por sinal está orientabdo também as outras regionais.

    Benedito Neto

  2. Anonymous

    15 de março de 2009 - 12:20 - 12:20
    Reply

    Prezado Hiroshi
    Estamos esperando o trabalho a ser desenvolvido pelo Tony Rosa, pois até a presente data… não sei se foi por falta de autonomia.
    Agradeço o espaço.

  3. Anonymous

    12 de março de 2009 - 16:46 - 16:46
    Reply

    O João Salame deve encher a boca quando dizer que nas secretarias de governo não tem ningume de Marabá a frente. Ele pode pelo menos se lembrar que na presidência da EMATER temos o Zuca, que adotou essa terra como sua e esta desenvolvendo um belo trabalho a frente daquela empresa. Aliás. Parabéns Zuca pelo seu rabalho e pelo seu aniversário que ocorreu na sexta em Marabá, bela festa muito bem representada pelos vários convidados oriundos de várias regiões do estado e que contou também com a presença do deputado BETO Faro, o BETO da FETAGRI….

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *