Hiroshi Bogéa On line

Coluna do Diário

A seguir, coluna do poster no Diário do Pará, publicada nesta sexta-feira:

_____________________________

Tempo de Cultura
Desenvolvendo calendário recheado de eventos de altíssimo nível, Parauapebas está se transformando no centro de cultura do Sul do Pará. Agora será a vez da Semana da Cultura, com workshop e show de Arthur Maia há mais de uma década baixista de Gilberto Gil e um dos maiores nomes da música instrumental do Brasil. Também se apresentarão, o gaitista Gabriel Grossi, Quarteto Raízes, bandolinista Henry Lentino, além de três bandas: Juca Culatra, Power Trio, Banda Sevilha e, provavelmente, Trio Madeira, conjunto instrumental de MPB do Rio de Janeiro.

Efervescência tropical
Programação da Semana da Cultura de Parauapebas, de 15 a 23 de setembro, será completada com cinema na praça, teatro, feira de artesanato, e encontro da Associação dos Amigos Pró Museu do Município, com a participação do biólogo Noé von Atzingen e Paulo Canto, do Sistema de Museus. Mas não é só isso. Em outubro, realização do Festival Nacional de Música de Parauapebas, com premiação de R4 7 mil para o primeiro lugar. E, em novembro, será a vez do cinema com o 1º Festival Curta Carajás, Mostra de Longa e Média, 2º Festival de Danças, com destaque para apresentação da Companhia Municipal de Dança, cuja coreografia ( “Chico-65”) prestará homenagem aos 65 anos de Chico Buarque.

Leque de preocupações
Nas agendas da Associação Comercial e Industrial de Marabá e da Sedect, pautada uma série de debates junto a diversos segmentos do setor produtivo para ampliação do conhecimento a respeito dos efeitos dos investimentos da Alpa (Aço Laminados do Pará) na vida de cada pessoa e empresa. Depois da visita às instalações da ThyssenKrupp (Siderúrgica do Atlântico) em Santa Cruz (RJ), a convite da governadora e da Vale, dirigentes dos dois órgãos inadiável alguns esclarecimentos à sociedade.

Qualificação de jovens
O principal refere-se à influencia do futuro complexo siderúrgico, com inicio das obras para o ano que vem, não apenas na vida dos marabaenses, como em toda mesorregião, havendo urgente necessidade de implantação de uma escola técnica para atender às comunidades dos municípios no entorno, com capacitação voltada as principais demandas das diversas indústrias a serem instaladas, paralelamente à siderúrgica.

Novos altos fornos
Não passou despercebido entre os integrantes da comitiva que esteve na sede da Vale, no Rio de Janeiro, durante apresentação do projeto da siderúrgica de Marabá, o hábil toque do diretor de Logística e Gestão de Projetos da Vale, Eduardo Bartolomeu, ao declarar que a ALPA deverá forçar, naturalmente a mudança das atuais plantas industriais das usinas de ferro-gusa, projetadas para consumir carvão vegeral. Como a siderúrgica da Vale terá como principal fonte energética o carvão mineral a ser importado através da hidrovia, a sustentabilidade do Distrito Industrial de Marabá se consolidará por esse caminho.

Batata quente
Classe política dos municípios de Ourilândia e Água Azul do Norte aquece as discussões sobre posicionamento da Assembléia Legislativa em torno da matéria que definirá a autonomia territorial das jazidas de níquel da Onça-Puma, depois que o STF considerou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade No. 3.689, proposta pelo PMDB, para declarar inconstitucional a Lei Estadual 6.066/97, do Pará, autorizando o desmembramento político, geográfico e econômico de parte do município de Água Azul do Norte, integrando-a ao município de Ourilândia do Norte.
O pepino retornou à AL.

UMAS & OUTRAS
Antecipado há 30 dias pela coluna, a prefeitura de Parauapebas foi contemplada esta semana com recursos de quase R$ 48 milhões para saneamento.

Com perfil no Twitter (www.twitter.com/AcaoMetropole), as obras do Ação Metrópole começaram a ser seguidas pelos tuiteiros de plantão. Esse é o caminho pra quem quer chegar bem rápido a qualquer lugar.

O sociólogo e publicitário Cláudio Feitosa é o idealizador da transformação cultural de Parauapebas.

_____________________________

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    5 de setembro de 2009 - 00:58 - 0:58
    Reply

    Hiroshi, o Claudio é tudo isso q vc falou, menos sociólogo.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *