Hiroshi Bogéa On line

Coluna do Diário

A seguir, coluna do poster no Diário do Pará, publicada nesta terça-feira:

______________________________

Poderoso chefão
Flávio Pereira de Oliveira, popularmente “Flávio Olho de Gato”, é um dos cabeças do tráfico de drogas de Marabá, operando em escala, na cidade, como poderoso chefão na busca de ampliar seu espaço de comercialização de drogas. É tão perigoso que já domina cerca de quatro bairros à custa de vidas de outros criminosos, conforme dados das autoridades. Baleado numa refrega com a polícia militar, e internado às pressas num hospital, Flávio foi pego com 96 embrulhos de cocaína e um revólver 38. Seguindo determinação da Polícia de Interior, o superintendente do Sul do Pará da PC solicitou à Justiça prisão preventiva do traficante.

Máfia napolitana
Na tarde de ontem, o Juiz de Direito Marcelo Andrei Simão Santos, no exercício da 1ª Vara Cível, indeferiu o pedido da prisão de Flávio. Pior: concedeu habeas corpus preventivo a favor do traficante, determinando, no bojo de seu despacho, que o tenente PM, de alcunha “Kojak”, se abstenha de prender o perigoso chefe de organização criminosa. Tudo nos moldes dos filmes da máfia napolitana. Antes da chegada da noite, a superintendência da PC de Marabá recebeu orientação de seus superiores para apresentar à Justiça novo pedido de prisão preventiva de Flávio. A área de segurança pública do governo teme que o traficante deixe o hospital e desapareça da cidade.

Prende & solta
Nesse ritmo de mambo de desesperança, segue a Justiça do Pará. Na região do Salgado, mais precisamente em Bragança, traficante fica na cadeia estourando uma semana. Quando muito. A polícia prende os perigosos chefes de organizações, mas há sempre boa vontade de juízes em conceder habeas corpus determinando solturas. A saída para delegados civis é buscar nos fóruns dos municípios vizinhos a ajuda de outros juízes, principalmente em Viseu. Há casos de policiais andarem no bolso com autorizações judiciais dessas comarcas. Quando sorridentes oficiais de justiça de Bragança chegam apresentando ordens da justiça local de soltura de traficantes, ato contínuo, policiais reagem exibindo outra prisão preventiva, concedida na vizinhança.

Correição nas Comarcas

Na avaliação de alto escalão da secretaria de Segurança Pública, se o Tribunal de Justiça do Estado quiser acabar com essa farra de impunidade nos diversos cantos do Pará, ajudando a polícia a combater o crime organizado que se expande por todos os municípios, basta selecionar algumas comarcas para a realização de correição em centenas de processos de tráfico de drogas. A coluna repercute essas notas, preocupada com o enraizamento de estruturas criminosas nos municípios pólos do Estado. Se não houver, urgentemente, ação sincronizada do MP, Judiciário e governos, a sociedade paraenses será dominada pela poderosa ação do tráfico.

Jovens ilustradores
O Projeto Jovens Ilustradores, que integra a segunda edição do Prêmio Brasileiro Imortal, criado pela Vale em 2008, será lançado no Pará, por meio de oficinas de ilustração botânica. As atividades, que serão realizadas simultaneamente nas cidades de Canaã dos Carajás e Parauapebas, pretendem disseminar os conceitos de educação ambiental e conhecimento botânico entre jovens dos últimos anos ensino fundamental. Os alunos e professores das cidades de Paragominas e Ourilândia do Norte, também receberão as oficinas.
Pauta da semana
Não se fala de outra coisa, em Marabá, e noutras cidades do Sudeste: o que foi tratado entre o deputado federal Jader Barbalho, presidente estadual do PMDB, e a governadora Ana Júlia, durante encontro que ambos tiveram semana passada. Lideranças peemedebistas e petistas regionais se interrogam, na esperança de obter, cada um ao seu jeito, o teor da conversa das duas personalidades. É o assunto preferido em qualquer rodada.

UMAS & OUTRAS
Ana Júlia confirmou, para o dia 26 de agosto, viagem para o Rio de Janeiro em companhia de empresários de Marabá para conhecerem siderúrgica idêntica a que será construída no Pará, pela Vale.

Pelo menos em dois municípios, a pavimentação de vias chegará também à zona rural. Os prefeitos de Marabá e Parauapebas incluíram em suas LOAS (Lei Orçamentária Anual) recursos para acabar com a poeira e lama nos principais distritos e vilas de seus territórios.

Psolistas do Sul do Pará recebendo informes de que o ex-prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, deverá candidatar-se a deputado federal.

Depois de receber pressão do prefeito Wenderson Chamon (PMDB), a diretoria da Saneatins, concessionária de água de Curionópolis, prometeu reduzir o preço de dez mil litros de água, por usuário, de R$ 18,50 para R$ 7,00 às famílias de baixa renda, adotando a taxa social acordada em contrato com o município.

______________________________

Post de 

1 Comentário

  1. Na Ilharga

    18 de agosto de 2009 - 21:26 - 21:26
    Reply

    Pior é que os senadores paraenses do PSDB defendem qualquer tipo de atividade economica,mesmo que fora da lei.E ainda dizem que estão defendendo o Pará.Lamentavel.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *