Coloca uma dose aí!

Publicado em 7 de outubro de 2011

 

 

O bom whisky não costuma ser um produto barato. Mas o conteúdo das garrafas expostas abaixo deve tornar-se o mais caro malte a ser vendido em 2011. Foi coletado em uma área de destilarias da Escócia por um time de especialistas da revista Whisky Magazine. Depois, foi misturado por Richard Paterson, “blender” da Whyte & Mackay.

 

Já pode ser considerado o Whisky mais caro do mundo!

A garrafa possui um valioso conteúdo por apenas R$ 10,3 milhões.

O luxo é da empresa Beverage Company, do Reino Unido, que lançou a “Islay Isabella”.

A versão mais cara da garrafa é revestida com 8.500 diamantes, 300 rubis, e é produzida usando o equivalente a duas barras de ouro branco que cobrem o vidro inglês.

A bebida é um single malt da Ilha Islar, por isso o nome.

Mas, como nem todos possuem 10 milhões de dólares, a empresa criou uma versão econômica por apenas 740 mil dolares e a garrafa é de outro branco cravejada com alguns cristais.