Cofre vazio

Publicado em 7 de outubro de 2009

Maurino Magalhães tem recorrido a seguidas reuniões para motivar seus secretários a continuar trabalhando normalmente diante das broncas que seu governo começou a enfrentar, inclusive com ameaça da própria sobrevivência.

A atual administração de Marabá vive várias crises: indisposição com o Ministério Público, pedido de cassação de mandato por suposta prática de crime eleitoral e, o obstáculo mais difícil de saltar, a falta de dinheiro.

despesa demais, para grana de menos.

De tão dramática a situação, depois de atrasar o pagamento de fornecedores em até tres meses, o alcaide determinou, na última reunião, a paralisação de todas as obras – à exceção daquelas garantidas por recursos federais -, e zerar qualquer tipo de compra.