Clima tenso

Publicado em 30 de novembro de 2006

Narrativa de um dos participantes dá conta de que o ambiente da reunião esteve pesado quase até o seu final, amenizado a partir do momento em que João Salame sugeriu a todos que largassem as aparências e entrassem no mérito da questão. Houve dedicado esforço dos membros da executiva para que Arnaldo Jordy não se sentisse derrotado diante dos fatos.
O PPS, portanto, sentará à mesa do Partido os Trabalhadores para ouvir Ana Júlia e dizer também o que pretende. “Jamais seremos oposição sistemática, intransigente e irracional. E se fomos convidados para conversar, conversaremos”, explicou a fonte.