Cirurgias eletivas serão retomadas nesta terça-feira no Hospital Regional de Marabá

Publicado em 19 de julho de 2021

O Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), retoma nesta terça-feira, 20 de julho, as cirurgias não urgentes, chamadas de “eletivas”. A medida foi possível devido à redução de internações de pacientes infectados com a Covid-19 na unidade.

A retomada é importante para dar andamento no atendimento das outras doenças que continuam atingindo a população, em paralelo à pandemia do novo coronavírus. O centro cirúrgico do HRSP tem capacidade para realizar, em média, 300 procedimentos por mês.

Para garantir a segurança dos pacientes e colaboradores durante as cirurgias, a unidade, que pertence ao Governo do Estado do Pará é gerenciada pela Pró-Saúde, está adotando todos os protocolos de proteção e higienização, preconizados pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o médico Cassiano Barbosa, diretor Técnico do HRSP, a instituição é referência em cirurgias geral, neurológicas, pediátrica, bucomaxilar, ortopédicas, dentre outras, possuindo quatro salas cirúrgicas preparadas para atender a comunidade.

“Temos uma equipe médica e assistencial altamente qualificada, que pode atender a demanda de pacientes eletivos com segurança, sem comprometer o atendimento aos casos de Covid-19”, ressalta.

Os procedimentos cirúrgicos realizados no HRSP são agendados por meio da Central de Regulação de Vagas da Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa).
Atendimentos Covid-19

Segundo Valdemir Girato, diretor Hospitalar do HRSP, com a queda das internações de pacientes em tratamento da Covid-19, a ala exclusiva para casos da doença terá uma redução no número de leitos, passando de 52 para 28, sendo 8 leitos clínicos e 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Felizmente o número de casos da doença caiu nos últimos meses, possivelmente fruto do avanço da vacinação. Ainda assim, vamos manter 28 leitos exclusivos para a Covid-19. Essa redução possibilitará a volta das cirurgias eletivas, beneficiando toda a sociedade”, enfatiza o diretor.

Desde o início da pandemia, o HRSP já realizou mais de mil atendimentos de pessoas infectadas pela doença, sendo referência para os casos graves do novo coronavírus na região do Sudeste do Pará.