Seis municípios se unem contra Celpa

Publicado em 21 de janeiro de 2014

 

O movimento Contra a Celpa (MCC) realizará no dia 31 de janeiro mais uma manifestação contra a companhia de energia elétrica.

Esse será o quarto ato do movimento, que teve origem em Marabá, e agora já conta com cinco municípios aliados, tendo previsão de aumento.

A divulgação e organização das manifestações estão sendo feitas via Facebook. https://www.facebook.com/defesadoconsumidormaraba?fref=ts

Participarão do movimento, que ocorrerá de forma simultânea, manifestantes das cidades de Belém, Eldorado dos Carajás, Canaã dos Carajás e Parauapebas.

Entre as pautas do MCC estão leituras irregulares e abusivas, e a falta de entrega de talões.

O blog ouviu, por telefone, o líder do movimento em Marabá, Jader dos Santos. “A pauta do primeiro movimento foi relacionada a questão dos cortes. Nesse primeiro ato fizemos uma reunião entre a câmara dos vereadores, ministério público e membros da sociedade, onde foi feito um acordo entre nós e a Celpa. A Celpa não vem cumprindo o acordo, que dizia que as pessoas que tivessem as contas abusivas registrassem protocolo na Celpa e a conta seria suspensa, e aquela energia seria garantida até o final do processo, com isso traria a questão da ampla defesa.”

“Foram muitas coisas que foram feito acordos e não foram cumpridos”, disse Jader.

Outra reivindicação do MCC é que as cobranças de impostos no estado do Pará sejam iguais à do Maranhão, pois apesar dos dois estados terem a mesma taxa, 32 centavos por quilowatts, os consumidores do Pará pagam muito mais caro pelo consumo.

O movimento também exige um posicionamento da Agencia Nacional de Energia Elétrica, ANEEL, em relação a tanto descompasso da Celpa.