Cidade Digital

O Projeto Cidade Digital, ativado ontem à noite por Ana Júlia, oferece acesso rápido na orla de Marabá. O poster fez questão de inaugurar seu novo laptop Vaio a uma distancia de 700 metros da torre wireless implantada pela Sedect, conectando-a de dentro do próprio carro, sem delongas.

Excelência de sinal!

Avanço significativo
No Infocentro inaugurado na Escola Estadual Gaspar Viana, Ana Júlia entregou envelope com senha, nome do estudante contemplado, e-mail dele e cartão com direito ao uso de 5 giga de conteúdo. Um avanço extraordinário em acesso à tecnologia e conhecimento digital.

Pessoalmente, o poster testou a velocidade de acesso de cada computador do Infocentro do GV, medindo na ponta do software a média de 700 Kbps por computador, num centro com 25 máquinas. Quem tem noção de como funciona isso, sabe: quanto mais micros menos rapidez disponível para ganho em cada PC. Ou seja, a rede do Navega Pará tem capacidade real de alta velocidade. É gostoso sentir a navegação realmente dominada à palma da mão.

A Sedect tem condições de colocar uma cidade como Marabá inteiramente coberta pela rede wireless. Só não o fará para evitar confronto com as operadores de telefonia e distribuição de dados, algumas já dispostas a entrar na Justiça para impedir os benefícios que o Estado passou a oferecer através do Navega Pará.

Um projeto, é bom registrar, que tem a assinatura e a orientação do Maurílio Monteiro.