Hiroshi Bogéa On line

Chegando ao fim vacinação contra a febre aftosa no Oeste do Pará

Nos municípios de Faro e Terra Santa, no oeste do Pará, os produtores rurais têm até o dia 15 de agosto para imunizar os animais na segunda fase da campanha de combate à febre aftosa na região. O prazo para notificação da vacina segue até 15 de setembro.

Os dois municípios contam com cerca de 600 propriedades, e a estimativa da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) e de que 40 mil animais sejam imunizados.

Faro e Terra Santa estão na zona considerada como “zona de proteção” e têm calendário diferenciado de vacinação. Os municípios fazem fronteira com o Estado do Amazonas, que apresenta condição sanitária diferente do Pará.

O trabalho de acompanhamento da imunização dos animais pela equipe da Adepará em Faro e Terra Santa é considerado complexo, devido a maioria desses lugares está localizada às margens de rios, em locais de difícil acesso.

“Como há essa migração e aumento do fluxo de animais entre os estados, pois uma parte considerável dos produtores possui áreas no Amazonas, que alagam em determinadas épocas do ano, é fundamental o controle da vacinação durante a migração desse rebanho para propriedades paraenses”, ressalta o gerente do Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa da Adepará, George Santos.

A febre aftosa é uma doença viral altamente infecciosa, que acomete os animais biungulados (que possuem casco com duas unhas). Sua ocorrência representa veto a mercados importantes e, consequentemente, prejuízos econômicos para o setor, por isso a importância de proteger o rebanho da doença por meio da vacinação.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *