Chegando à realidade

Publicado em 1 de fevereiro de 2010

O blog acaba de ler relatórios da pesquisa CNT/Sensus que aponta provável empate técnico entre Dilma Roussef e Zé ´Alagão´ Serra (José Serra, 33,2%; Dilma Rousseff, 27,8%; Ciro Gomes, 11,9%; Marina Silva, 6,8%;). Diferença de cinco pontos com margem de erro de 3.

A pesquisa divulgada hoje parece se aproximar um pouco mais da realidade.

Observem:

– A votação de Serra no 1º turno é em torno de 33%, que é o que os demo-tucanos têm obtido nas últimas 3 eleições.

– A votação de Serra no 2º turno é em torno de 40%, que também é o que os demo-tucanos têm obtido nesta mesma fase nas 3 últimas eleições.

– Ou seja, esse é o “teto” dos demo-tucanos!

– Outra informação interessante obtida na pesquisa é que Ciro Gomes tira votos de Serra, e não de Dilma Roussef! Ou seja, os eleitores vêem Ciro Gomes como de direita, ou de centro-direita, e como opção a Serra! Talvez Ciro tenha uma boa votação em SP se se candidatar a governador.

– O dobro de pessoas desconhece Dilma quando comparado a Serra, o que significa que ela pode crescer mais.

A rejeição é igual entre eles.

Respostas por candidato, á pergunta “Em que candidato a presidente você não votaria de jeito nenhum”:

 36,6% Marina Silva (eram 38,4% em novembro)


 30,3% Ciro Gomes (eram 25,3% em novembro)


 29,7% José Serra (eram 27,7% em novembro)


 28,4% Dilma Rousseff (eram 34,4% em novembro)

Consolidada em duas pesquisas seguidas (Vox Populi e CNT/Sensus) a tendência de alta da candidatura petista – índice de rejeição menor ao de Zé Alagão -, Essa é hora de consolidar os apoios regionais.

São eles – apoios regionais – que a partir de agora manterão a candidatura de Dilma assentada em bases seguras.