Hiroshi Bogéa On line

Chamon paga abono de R$ 5 mil a professores

 

Poster vem há meses repercutindo a excelente gestão do prefeito Wenderson Chamon (PMDB), que transformou Curionópolis num canteiro de obras e restituiu o orgulho de sua comunidade, que andava bem pra baixo, nas últimas décadas.

Agora, no final de dezembro, Chamonsinho, como é conhecido na cidade, fechou seu terceiro ano de governo efetuando o pagamento de um abono de R$ 5 mil aos professores do munciípio, numa demonstração clara da responsabilidade do gestor em gerir com seriedade os recursos públicos, priorizando os recursos humanos de sua administração.

Quem nos conta a boa nova é o blog do Parsifal Pontes:

 

O município de Curionópolis, no Sul do Pará (famoso por ter sediado o maior garimpo a céu aberto do mundo, a “Serra Pelada”), tornou-se uma referência administrativa na microrregião de Parauapebas, desde que passou a ser administrado pelo prefeito Wenderson Chamon (PMDB).

Com um ambicioso programa de saneamento, executado com os próprios recursos da prefeitura, Chamon está mudando o perfil urbano da cidade.

Ao final deste 2011, Curionópolis foi uma das finalistas do “Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar”, conferido pela “Ação Fome Zero”, conforme as informações do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), aos municípios que se destacam na gestão e na qualidade da merenda escolar.

Mas o que mais chamou atenção da microrregião de Parauapebas foi a reunião feita ontem, 23, com os professores da rede municipal de ensino de Curionópolis, ocasião em que o prefeito Chamon anunciou o pagamento de um abono de final de ano, aos docentes municipais, no valor de R$ 5 mil para cada um. O valor total do abono alcança R$ 1,2 milhão.

O valor do abono é inédito no Brasil.

Diante de professores que lotaram o teatro municipal, Chamonsinho anuncia abono de R$ 5 mil.
Post de 

13 Comentários

  1. Marabaense sim

    4 de janeiro de 2012 - 12:04 - 12:04
    Reply

    O prefeito Chamozinho, não deveria ser uma exceção, mas sim uma regra.
    Parabéns! Que Deus te abençõe e te mantenha com essa linha de ações!

  2. ANONIMO

    4 de janeiro de 2012 - 09:11 - 9:11
    Reply

    Parabens prefeito, sua iniciativa foi louvavel, os professores merecem esse incentivo no final do ano,pois os mesmos trabalham muito e nuncaou quase nunca são valorizados e com certeza esse abono os deixou satisfeito. Espero que sua atitude sirva de exemplo para os demais prefeitos. Já que estamos em ano politico está na hora de mostrar serviço. Continue assim que irá longe. Qum sabe vc não será um exemplo para tantos politicos corruptos. PARABENS!!!!!

  3. Anônimo Filho de Marabá

    31 de dezembro de 2011 - 08:13 - 8:13
    Reply

    Em tempo,das 11:52. Eu pago tua passagem, ou mando te levar lá.envie para o blog numero da tua c/c, se é que tens,pois deposito o vlr, ai com certeza, tú vai deixar de perguntar besteira.

  4. Anônimo Filho de Marabá

    31 de dezembro de 2011 - 08:07 - 8:07
    Reply

    Que pergunta idióta,das 11:52. Vá conferir. como estão felizes as crianças, e também os seus pais, vivendo hoje naquela cidade.Deixa de ser invejoso,”inveja mata” camarada.

  5. Anônimo

    30 de dezembro de 2011 - 11:52 - 11:52
    Reply

    Quero saber é se as crianças de Curionópolis,na 1″ série do ensino fundamental,sabem ler e escrever,isso sim é importante,dinheiro é facil dar aos professores,é resgate de dívida acumulada,e os salários fossem bons,não haveria bônus,concordam ?

  6. Prof. Euricles Teixeira

    29 de dezembro de 2011 - 22:54 - 22:54
    Reply

    Loas ao Sr. Prefeito de Curionópolis! Exemplo para os demais representantes do Executivo Municipal de nosso País. Se queremos e necessitamos dar um salto de excelência na qualidade de nossa Educação, certamente, este é um grande passo, pois o incentivo salarial é um sólido alicerce para o alcance de novos patamares nas hierarquias das nossas necessidades, desde que seguido de outros estímulos que propiciem a geração de fatores motivacionais em nossa categoria. Portanto, Sr. Prefeito, não pare por aí!

  7. marivan oliveira

    29 de dezembro de 2011 - 13:52 - 13:52
    Reply

    Meu caro prefeito chamonzinho, vc é orgulho para classe política deste estado e para o Brasil, fico feliz em ver nas estampas dos jornais essa feita de final de ano com um abono para os professores de seu município, parabens continue administrando desta forma, não haverá parea para o proximo ano. um grande abraço e um proximo ano cheio de realizações. de seu amigo ex-vice-prefeito Marivan / Itupiranga -PA

  8. Anônimo

    28 de dezembro de 2011 - 20:50 - 20:50
    Reply

    Sou estudante, e cresceu em mim vontade de ser um jornalista. Em ver varios veiculos de comunicação, impiedosamente fazer um massacre deste governo do sr. prefeito Maurino Magalhâes.Não dei muito crédito por descubrir que estes jornais e rádios são de politicos que perderam eleição para o atual prefeito, e que fizeram de comunicador um irmão do mais enteressado em ocupar o cargo do prefeito atual.os mesmos que omitem falar do descaso que o estado nos causa.Realmente vi em vários momento nesta administração falta de pulso,falta de comando em fim de gestão.ouvi muitos politicos da base deste governo e opositores.a maioria dos da situação falam que o mal do gestor foi não tirar do governo aliados do sr. Tião,já os opositores criticam que são os secretários que Maurino indicou.o que eu achei impresionante é que os meios que são contra omitem o lado bom e os que são favoráveis omitem o lado negro.Como é que isso, quem paga e elogiado,e quem não paga e massacrado.Quando é que vamos ter um veicúlo de Comunicação imparcial que nos mostre os dois lados da moeda.Só assim eu serei um comunicador verdadeiro.

  9. João Dias

    28 de dezembro de 2011 - 09:14 - 9:14
    Reply

    Enquanto isso, na cidade de Januária (MG), vejam o que acontece:

    “MPF/MG: ex-prefeito de Januária é condenado a seis anos de prisão por desvio e apropriação de recursos públicos federais

    Ter, 27 de Dezembro de 2011 08:10 Charlene Soares

    Ex-secretário Municipal de Finanças, preso desde novembro do ano passado, recebe pena ainda maior por desvio de recursos da Funasa.
    A Justiça Federal em Montes Claros condenou o ex-prefeito do Município de Januária, Josefino Lopes Viana, a seis anos e 11 meses de prisão, por desvio e apropriação de recursos públicos federais. O ex-secretário municipal de Finan-ças, Fabrício Viana de Aquino, envolvido nos mesmos fatos, recebeu pena ainda maior. Ele foi condenado a 13 anos, 7 meses e 10 dias de reclusão. A pedido do Ministério Público Federal (MPF), Fabrício Viana teve a prisão preventiva decre-tada e não poderá apelar em liberdade.

    Os fatos aconteceram entre os anos de 2003 e 2004. O Município de Januária, à época com uma população estimada em 60 mil habitantes, firmou convênio (n. 1095/2002) com a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), cujo objeto era a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Para as obras, foram destinados mais de R$ 2 milhões, mas a ETE nunca chegou a ser implan-tada, embora os recursos tenham sido integralmente repassados pela Funasa.

    Em virtude do desvio dos recursos, a cidade de Januária, situada às margens do Rio São Francisco, até hoje não possui um sistema de tratamento de esgoto sanitário.

    Prefeito de fato – Segundo a denúncia do MPF, o desvio das verbas públicas era conduzido por Fabrício Viana com inteiro conhecimento do ex-prefeito. O ex-secretário municipal cobrava propina da empresa contratada para as obras, sob a ameaça de não-liberação dos pagamentos pela prefeitura. Estima-se que mais de R$ 900 mil tenham sido desviados, em valores que, segundo atualização feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 2009, ultrapassam os R$ 2 milhões.

    Durante o processo, os réus Mário Alves Ribeiro e Fábio Neves Garcia, em dela-ção premiada, confessaram ter forjado relatórios de medição de obra, falsifica-do as correspondentes notas fiscais e repassado parte do dinheiro a Fabrício Viana por meio de depósitos bancários.

    Fabrício Viana, preso desde o dia 23 de novembro de 2010 na cadeia pública de Montes Claros, responde a outras duas ações penais e a uma ação de improbi-dade movidas pelo Ministério Público Federal. Na Justiça Estadual, ele já tem uma condenação a 36 anos de prisão (AP n. 7014-28.2011.8.13.0611) também por desvio de recursos públicos.”

  10. Anônimo

    27 de dezembro de 2011 - 21:37 - 21:37
    Reply

    Hoje por volta das 17:00hs,O prefeito Maurino Magalhães,acompanhados de seus secretários,assessores e agentes de seguranças e agentes do DMTU.liberaram a parte central da duplicação da tranzamazônica.passando pelos viadutos diretamente até o KM 06.está obra de parceria do governo federal e do municipio de Marabá.temos que agradecer a escolha sabía de Maurino em ter apoiado Ana Júlia do Pt.que com apoio da mesma,José Geraldo,Paulo Rocha,Bernadete conseguiram colocar no Pac esta obra.Não esquecendo de Asdrubal Bentes,que tudo que vem para Marabá tem a sua Participação.Lula e Dilma foram os responsáveis direto por esta Maior conquista de nossa região. esta obra e grandiosa com iluminação,canteiros e passarelas e viadutos coisas inéditas de toda a história de nossa Terra.Obrigado Prefeito Maurino,obrigado Lula e Dilma e toda a Bancada do PT.

  11. Maria de Magdala

    27 de dezembro de 2011 - 19:46 - 19:46
    Reply

    Ai que inveja!!!
    Será que ainda tem uma vaguinha por lá?

  12. Jorge Santos

    27 de dezembro de 2011 - 18:48 - 18:48
    Reply

    Alguém sabe os fones dos ex-prefeitos de Rondon do Pará, Olávio Rocha e Edilson Oliveira? Quem soube, favor informar pelo comentário do blog. É urgente.

  13. Mundico - Marabá

    27 de dezembro de 2011 - 12:00 - 12:00
    Reply

    Eu Já tinha lido no blog do deputado Parcival. Esse rapaz vai longe, o trabalho dele está repercutindo em todo o estado e agora com esse bônus inédito no Brasil ele vai já já estar na mídia nacional. Que sirva de exemplo para seus colegas prefeitos. Inclusive tenho acompanhado o trabalho da familia desde o Pai – vereador aqui em Marabá e depois Prefeito lá em Curionopolis. Foi o Chamon, inclusive grande comunicador de rádio e tv e destacado goleiro da seleção marabaense que iniciou esse grande trabalho. Dizem por lá que tirando o que o Pai fez quando era prefeito e o que o filho tá fazendo agora, Curionopolis seria, por exemplo, o que o Maurino tá querendo que Marabá fique depois que ele sair da prefeitura. Parabens povo de Curionopolis. Maurino por favor siga esses exemplos, ou voce não tem mais jeito? Chamonsinho de novo prefeito!!!!!!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *