Hiroshi Bogéa On line

Catequese

No embalo da extensa programação elaborada para marcar, no próximo dia 12, os dois anos do assassinato de irmã Dorothy Stang, não se deve esquecer que antes dela se fixar no município de Anapu, onde foi assassinada com nove tiros, a religiosa começou a sua rica história de evangelização e luta pelos direitos humanos na localidade de Abel Figueiredo, a partir da metade dos anos 70. Depois delimitou território em Murumuru, município de Marabá.

Beta Moreira, recentemente falecida e esposa do diretor de Política Institucional, da secretaria de Integração Regional, Ademir Martins, intensificou sua militância nas CEB (Comunidade Eclesiais de Base) pelas mãos de Doroty, em Abel.

Ex-prefeito de Marabá, o atual vereador Maurino Magalhães também teve seu batismo de fogo nos movimentos sociais influenciado pela irmã norte-americana, ao ser eleito o primeiro presidente de uma associação da zona rural numa articulação conduzida por ela, em Murumuru.
Maurino tinha 18 anos de idade.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *