Hiroshi Bogéa On line

Casa da Cultura, nosso orgulho

Um patrimônio do Sul do Pará está aniversariando hoje, 14: a Fundação Casa da Cultura de Marabá, comemorando 23 anos como referencial das diversas manifestações e traços culturais da região do Araguaia-Tocantins, destacando-se pela preocupação em preservar os valores culturais regionais.

Para a compreensão da importância da Fundação Casa da Cultura é necessário também entender o desenvolvimento histórico e social da região, passando pela sua localização geográfica e importância estratégica. Desde seu início, Marabá foi marcada pelas levas de migrantes em busca do diamante, do cristal, da castanha, do ouro, do ferro, da madeira, do cobre e tantos outros exemplos de extrativismo. A busca de um lugar ao sol, trouxe para cá grande número de famílias de todas as regiões do Brasil. Cada uma trazendo consigo os seus usos e traços culturais. Marika Gidali, do Ballet Stagium, foi perfeita em afirmar que Marabá era um enorme caldeirão fervente, e que um dia explodiria em flores!

A Fundação é constituída pelos departamentos de Patrimônio Histórico, Departamento de Bibliotecas, Museu Municipal, Escola de Música, Administração e Difusão Cultural.

Noé von Atzingen, idealizador, construtor e presidente da FCC, agendou uma programação simples para comemorar a data, reunindo funcionários do órgão e convidados em torno de um café da manhã. Júlia Lino, coordenadora da Escola de Música “Moisés Araújo” que funciona na Fundação, pretende incluir na programação a entrega de novos instrumentos musicais doados pela CVRD, além de uma apresentação especial dos alunos.

Fã incondicional da Fundação, o poster abraça o Noé e demais servidores.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *