Cantinhos de saudades

Publicado em 8 de junho de 2008

Às vezes acordo com saudades dos tempos em que Milton Nascimento, Gilberto Gil, Caetano e Chico produziam obras de arte. Faz tempo, muito tempo, não pego mais em um CD com música inéditas do time. Deve ser preguiça para compor, ou falta de tempo.

Insuportável assistir a tantos relançamentos. Sinto até desrespeito ao público, as gravadoras tentarem nos empanturrar com “novos arranjos”.

Ontem à noite, ao selecionar músicas para postagem de domingo, dei de cara com “Pai Grande”, de Milton. Versos arrepiantes provocadores de saudades. Muitas saudades:

Minha gente é essa agora
Se estou aqui
Eu trouxe de lá
Um amor tão longe de mentiras
Quer a quem quiser me amar