Hiroshi Bogéa On line

Candidata à seleção denuncia “peixaria” no Projovem Urbano

 

Blog  recebeu denúncia de Francisca Silva, através de emeio, apontando  apadrinhamentos no processo de seleção do Projovem Urbano, em Marabá.

A denunciante diz que ela mesma foi vítima da falta de isonomia na avaliação seletiva do programa.

A seguir, íntegra do emeio:

 

 

Seleção do Projovem Urbano  vira uma verdadeira “peixaria”

A questão da corrupção no Brasil é muito mais profunda. Acredito que apenas uma pequena parte dos casos seja descoberta e venha a público. Imagino que grande parcela fique escondida nas entranhas públicas. Temos a corrupção política, a corrupção de servidores e de cidadãos desonestos. A corrupção sempre tem dois lados, um corrompendo e outro sendo corrompido.

É nítido que a máquina pública está comprometida. Desde criança escutamos falar sobre a tal da corrupção, agora vemos, todo dia, ao vivo e a cores na TV.

Na esfera política houve e há muito apadrinhamento para se obter a dita governabilidade. Não importa os interesses da sociedade, desde que os interesses pessoais e partidários sejam atendidos, com isso vem a briga pela distribuição de cargos públicos, comissionamentos e outras benesses. Isto ocorre em todos os níveis de governo (municipal, estadual e federal), afinal é preciso acomodar todos os camaradas, os companheiro, Best friend como vocês quiserem chamar.

A minha escrita hoje é para manifestar a minha insatisfação com aquilo que posso chamar de pseudo seleção –corrupção- que aconteceu no projeto do governo federal chamado projovem. Caro Hisroshi, o que aconteceu na seleção foi vergonhoso, participei da mesma achando que minha experiência e meu curriculum como professora a muitos anos  poderiam contar, mas fui totalmente enganada, aos poucos fui percebendo que o coleguismo, companheirismo foi falando mais alto e porque não dizer laços familiares, haja visto que a Sra Gelsivan – uma das coordenadoras do projovem colocou a própria filha pra participar da seleção, deixando de lado e eliminando profissionais que tinham mais de dois anos de experiência. Segundo a nossa constituição isso se caracteriza como trafico de influência e, coloca trafico nisso, pois a Srta Jessica Santos foi aprovada na seleção sem se quer ter terminado a sua graduação, ora o edital permite, mas veja só, se eu tenho um profissional com experiência porque chamar alguém que não tem experiência no programa??? No mínimo estranho isso. Essa situação que relato é pequena diante do que aconteceu nesses dias de seleção.

Hiroshi, creio que sua relação e influência como um jornalista serio pode nos ajudar com relação a isso, afim de evitar que situações desse tipo se repitam, gostaria que fosse feita uma sindicância a respeito dessa situação, pois irei no MP fazer uma denúncia. Temos que limpar a administração dos maus servidores públicos que mancham nossa imagem, afinal carregamos a pecha de sermos uma sociedade corrupta e precisamos mudar isso. Tenho certeza que o prefeito não concorda com esse tipo de situação, pois sempre visou uma administração transparente.

A situação pode, sim, ser mudada. Desde que você e eu nos manifestemos abertamente, pois nossa manifestação, quando multiplicada, gerará a necessária mudança da opinião pública sobre o assunto, pois por coisas menores em outros países o povo vai à rua o que estar nos faltando é isso; ver situações desse tipo e denunciar a fim de acabar com essa celeuma que vem preponderando dentro do serviço publico.

Certo de contar com sua ajuda, desde já lhe desejo votos de estima e gratidão.

Francisca Silva

Post de 

11 Comentários

  1. carlos

    22 de julho de 2015 - 18:14 - 18:14
    Reply

    Concordo plenamente não e só o processo seletivo do projovem urbano de marabá que é um desafio , a gestão administrativa também é um desafio, existe um processo no projovem chamado de fusão aonde os professores são humilhados e perseguidos até pedirem demissão fica apenas quem o coordenador do curso quiser que fique.

  2. Anonimo..

    15 de outubro de 2013 - 20:00 - 20:00
    Reply

    Lembro-me de uma situação ocorrida durante as reunioes e formaçoes, na qual o “Sr Claudio Miguel” que se diz coordenador executivo e nao sabe de m*r*d* alguma, disse: na proxima entrada quem quiser entrar vai logo arrumando um padrinho.
    Como eu queria ter a gravação, ai ele taria na merda.

  3. Francisca

    14 de outubro de 2013 - 10:57 - 10:57
    Reply

    Gente, vamos nos unir e entrar com ação no MP…Procure o ministério público e faça sua denuncia, desse modo iremos ganhar força. Iremos derrubar essa cúpula que se esconde dizendo que é servidor público… Com todas as denuncias feitas o MP vai apurar a situação e nós iremos vencer essa safadagem…!

  4. Impunidade Não!!!

    12 de outubro de 2013 - 14:09 - 14:09
    Reply

    Sinceramente, estou muito satisfeita pelos comentários feitos nesta reportagem e indignada com essa situação desse processo seletivo de merda, do apadrinhamento, peixada, puxa saco e etc… Fui vítima desse processo seletivo pois conheço muito bem o programa. já estive em anos anteriores onde haviam Gestores que eram compromissados de fato e transparentes nas suas decisões e em processos seletivos também. Nessa gestão comandada pela senhora Gelsivan Nunes e Cláudio Honorato convivi com relatos de amigos de profissão que foram avisados de última hora que haveria a chamada Fusão de núcleos de última hora, isso é permitido pelo regimento do programa mas não da maneira que ocorreu. Em uma semana, falavam da fusão e dias depois falava-se em redução de carga horária para que os professores deixassem tudo organizado para o dito 07 de setembro. Mas um dia ou dois antes desta data essa mesma coordenação avisou que não seria possível a redução e sim a demissão da maioria. Já estava tudo preparado pro 07 de setembro!! Mais uma sacanagem com amigos de profissão. Todos sabem a dificuldade para ser professor. Uma profissão colocada pelas massas como inferior a qualquer outra profissão e salários nada justos. Foram descartados como lixos e nenhum respeito ao trabalhador. Você já imaginou saber que você estar empregado e que possui compromissos a cumprir sendo demitido em pleno mês de setembro… Período pelo qual, no nosso ramo fica impossível encontrar uma outra escola pra trabalhar. Fiquei muito indignada com a situação de todos envolvidos. Não faltava toda essa situação surgiram a do processo seletivo onde a grande maioria se inscreveu, inclusive eu, vastos de experiência em educação de jovens e adultos e qualificados pelo mesmo programa do governo e especializações e cursos de atualização foram excluídos . Eu estou indignada, não fui ao ministério público ainda porque nem acreditava que alguém fosse contestar pois a gente sabe da importância de todos os que se sentirem lesados pelo processo seletivo que procurem o ministério público!! Quem pensam que são? Essa cúpula do PT que estar a frente desta coordenação? Não é de se surpreender ver gestores deste partido passando a mão no que não pertence a eles e usando um nepotismo barato de empregar filhos, parentes e agregados! Crime previsto em constituição federal. Queremos justiça!! Um novo processo seletivo sério e transparente organizado por uma bancas de concursos renomadas e respaldadas por suas informações sem nenhum participante corrupto do Projovem urbano Marabá!!

  5. Anônimo

    11 de outubro de 2013 - 22:21 - 22:21
    Reply

    Diante desta vergonha, o mais sensato a fazer é uma nova seleção de verdade em que conte a experiência e graduação dos candidatos não o apadrinhamento para não dizer “pilantragem” dos nossos superiores. Contamos com essa justiça a todos que foram injustiçados seu Secretário de Educação e João Salame.

  6. Anonimo..

    11 de outubro de 2013 - 20:58 - 20:58
    Reply

    Sra Francisca Silva, preciso entrar em contato com a senhora…

  7. Anonimo..

    11 de outubro de 2013 - 16:57 - 16:57
    Reply

    Realmente, o que aconteceu e esta acontecendo é uma vergonha. Alem de que para essa entrada a verba destinada foi altissima (confira no site do mec) esse sera gasto com que?
    Sao tantas coisas que acontecem na administracao publica que a levam à decadência: essas indicações politicas trazem pessoas totalmente despreparadas para assumir funçoes que necessitam de conhecimento, algumas nem sabem o que fazem atras de uma mesa.
    Estarei elaborando um pequeno dossie para mostrarmos à sociedade o quanto rende um programa de tal nivel.

  8. Anônimo

    11 de outubro de 2013 - 16:55 - 16:55
    Reply

    Isso é uma palhaçada mesmo, essa politicagem e nepotismo, porque também fiz parte da seleção e nem com minha experiência de outras entradas do Projovem Urbano e minha graduação e Pós-graduação não fui selecionada nem para entrevista, isso devido a vaga que concorri já estar garantida para outras pessoas. Vamos denunciar mesmo, para ver se acaba com essa pouca vergonha desses coordenadores, e que faça um processo seletivo justo e transparente, pois não é transparência que nosso digníssimo prefeito disse tanto que teria em sua gestão, pois está na hora de concertar essa palhaçada.

  9. Francisca

    11 de outubro de 2013 - 14:49 - 14:49
    Reply

    Hiroshi, quero agradecer por ter postado essa denuncia, isso mostra que estás comprometido com a sociedade. Através desse post algumas coisa já começaram a mudar, agora não é só em inglês que teve peixada não… Português também… Acolhimento, Matemática, Ciências Humanas… Entre outras disciplinas. O certo seria o Sr Bressan investigar essa situação e, porque não dizer os nossos vereadores verificar essa situação. Essa safadagem precisa acabar é por isso que resolvi ir no MP, pois estou casada de tudo isso, estudamos muito de dia e de noite, batalhamos pra oferecer algo melhor aos nossos entes queridos ai vem essa Sra Gelsivan juntamente com Sr Claudio Honorato – ambos coordenadores, pois ele é participante de tudo isso ai também e fazem uma sacanagem dessa… Estamos na luta e não vamos parar.. Essa mascara vai ter que cair!

  10. Anonimo

    10 de outubro de 2013 - 11:06 - 11:06
    Reply

    Isso não é novidade, tive o desprazer de participar dessa seleção e agora com a denuncia de nossa colega que foi muito corajosa, vejo que também fui vitima de uma verdadeira quadrilha de maus servidores que agem de forma injusta… Que lixo de sociedade essa, ta na hora de acabar com isso mesmo precisamos fazer um processo limpo e transparente a sociedade estar carente disso, vamos prefeito faça alguma coisa….Depositamos nossa confiança em vossa excelência… Tá hora de determinar que Sr Bressan apure essa situação, isso é se ele não tiver envolvido nisso também……Meu Deus quando esse pais vai mudar!

  11. Func.HMM

    10 de outubro de 2013 - 10:53 - 10:53
    Reply

    A Sra.Francisca Silva,tem razão infelizmente o apadrinhamento a peixada,ou melhor dizendo a POLITICAGEM,faz com que o serviço público se torne uma bagunça.
    Hoje como já foi noticiado o SINTESPP vai ter uma reunião no MP e um dos assuntos é a possível irregularidade no pagamento dos plantões Médicos.Pouca coisa mudou no HMM,seria bom que o Prefeito João Salame determinasse que fosse feita imediatamente uma REFORMA ADMINISTRATIVA,aquilo tá uma bagunça,virou moda servidores da limpeza ou da portaria que não querem mais trabalhar em suas funções passam a ser queridinhos de alguém e ai são desviados se suas funções,trabalhando na FARMÁCIA,TELEFONIA,REGULAÇÃO e no SETOR ADMINISTRATIVO.
    No RH do HMM,eram apenas 3 servidores e funcionava muito bem chegaram mais 3 pra fazer o que?Pra terminar no HMM estamos assinando o Ponto em uma folha,com isso foram desviados algumas servidoras principalmente da limpeza,um setor que já tá faltando pessoal só pra ficar organizando essas folhas com isso a prefeitura vai gastar no mínimo 6.000,00 reais já que vai ter que pagar Plantões ou Horas-Extras pra outros servidores,moral da história(istória)se a PMM tem dinheiro pra gastar com esse serviço,então porque não compra um PONTO DIGITAL?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *