Canaã: Ato Público contra os 70 milhões

Publicado em 5 de fevereiro de 2012

 

 

Correspondente Maria Julinha de Adelaide, em Canaã, nos informa sobre manifestação pública programada para este domingo, 5, contra aprovação do empréstimo de R$ 70 milhões,  solicitado à Câmara Municipal pela prefeito Anuar Silva.

 

A matéria de Julinha:

 

————————

Canaã dos Carajás – Neste  domingo, 5, Canaã dos Carajás reforça toda a sua insatisfação contra projeto que tramita na Câmara Municipal de pedido de autorização para a prefeitura do município contrair empréstimo de R$ 70 milhões.

Durante toda a semana, lideranças partidárias de Canaã realizaram diversas reuniões e criaram uma comissão para traçar metas de ação que impeçam a aprovação do projeto de Lei do executivo.

Ato público programado para hoje, domingo,   em praça pública, com a participação de lideranças comunitárias e da própria população, sinalizará a disposição do povo do município ser totalmente contrário a aprovação da matéria. Na avaliação das lideranças partidárias e representantes da associações de classe, aprovar autorização do empréstimo representa sacrificar ainda mais os cofres já combalidos da gestão pública, que tem à frente um prefeito responsável por uma das piões gestões da história de Canaã.

Na manhã deste sábado, 4, representantes do PSDB, PRB, PT e PSOL , à exceção do PMDB, saíram as ruas visitando o comércio local solicitando apoio para a realização do ato, neste domingo, a partir das 19h, na Praça da Bíblia.

Toda a comunidade do município está sendo convidada através de carro de som.

O que as lideranças partidárias buscam através do ato público é incentivar a sociedade a se mobilizar para impedir que os vereadores comprometidos com a gestão de Anuar Alves votem favoravelmente ao projeto de antecipação dos 70 milhões.

Outro movimento está sendo feito pelo PMDB.

O partido soltou uma nota declarando-se contra o empréstimo, e garantindo que a bancada do partido – maior da casa -, votará contra a proposição.

A presidência peemedebista municipal já declarou que até o momento os vereadores desconhecem tal projeto.

Segunda-feira, 6, inicia o período legislativo 2012.

Temor dos dirigentes partidários contrários ao empréstimo é de que a bancada governista aproveite a sessão de abertura dos trabalhos para colocar em pauta o projeto de R$ 70 milhões, aprovando-o diante de algum cochilo da oposição.

Em função disso, a comunidade está sendo convidada a ir para a frente do prédio da Câmara Municipal realizar manifestação de desagrado a aprovação da matéria enviada pelo prefeito.

A manifestação pública programada objetiva alertar toda a sociedade de Canaã para esses riscos. (Maria Julinha de Adelaide)