Hiroshi Bogéa On line

Caminho mais dificil para o Águia

 

 

A elimimação do Rio Branco da Série C do futebol brasileiro deve ter injetado ânimo redobrado nos jogadores do Luverdense, para o jogo contra o Águia.

O clube do Mato Grosso dependia não apenas de uma vitória contra o time marabaense, mas de um desempenho pífio do Paysandu contra o Araguaina  -, tipo vitória com menos de três gols, antes da decisão de ontem do STJD, punindo os acreanos.

Agora, não!

Basta vencer o Águia, que em último instância é o mais prejudicado com a decisão do tribunal.

Ninguém imagina o Paysandu empatando ou perdendo para o Araguaína.

Post de 

1 Comentário

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    18 de setembro de 2011 - 20:05 - 20:05
    Reply

    Hiro, constatações: O time vinha errando passes de 6 a 8 metros, e continuou nos jogos, até o de hoje. Isso é fundamento do futebol. O pênalti perdido por Mendes no jogo contra o Araguaína, que garantiria a vitória (3 pontos) fez muita falta hoje. Todos os times da chave ganharam do time tocantinense, menos o Águia, que lá empatou (1 x 1). A ausencia do zagueiro Carlão, contundido, que vinha dando firmeza/consistencia e eficiencia à defesa aguiana, foi muito sentida. Time montado para adquirir entrosamento durante a competição, é, no mínimo, temeroso e passível de insucesso, como agora. Aliás, acho, que do elenco atual, salvam-se os goleiros Marcelo Cruz e Allan, zagueiros de área Carlão, Roberto Santos, alas esquerdos Rairo e Vânder, meias de contenção Danilo Goiano, William Santos e Analdo, meia de criação Flamel e atacante Perí. Os demais que procurem “o beco”. Em 18.09.11, Marabá-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *