Hiroshi Bogéa On line

Caminho das pedras

Nos últimos dez dias, o deputado estadual João Salame (PPS) soube ocupar com inteligência os espaços políticos disponibilizados. Começou com a festa de aniversário dele, ao reunir milhares de pessoas na orla de Marabá numa festa popular com a presença de quatro bandas.

Em Tailândia, presidindo a Comissão de Meio Ambiente da AL, monopolizou os debates.

Cuidadosamente, o deputado do PPS coloca em ignição estratégia de convencimento da base aliada do prefeito Tião Miranda (PTB) em busca da indicação do seu nome à candidatura a prefeito de Marabá.

Post de 

5 Comentários

  1. Hiroshi Bogéa

    3 de março de 2008 - 13:51 - 13:51
    Reply

    6:08 PM, você merece, realmente, alguma resposta?!

  2. João Salame

    2 de março de 2008 - 23:46 - 23:46
    Reply

    Hiroshy

    Os cães ladram e a caravana passa.

    Obrigado ao Vicente e ao Fernando. Se eu tiver a honra de virar prefeito seria honroso ter o Hiroshy na minha equipe. Ao anônimo sugiro tomar um calmante e jamais recorrer às drogas que aprofundam o torpor da mente.

    João Salame

  3. Anonymous

    2 de março de 2008 - 21:08 - 21:08
    Reply

    EI HIROSHI COMO É QUE TU MODERAS COMENTÁRIOS DESSE NIVEL AI DOS “MARKO” E DO “FERNANDO MIRANDA”? TA NA CARA QUE É A MESMA PESSOA FAZENDO CAMPANHA AQUI PRO JOAO SALAME. ESSE RAPAZ SE UM DIA CHEGAR A PREFEITURA DE MARABÁ VAI ACABAR COM O MUNICÍPIO. UM CARA QUE SO PENSA NELE E EM DINHEIRO. MAS QUE ADMINISTRAR MESMO, NAO SABE NADA. BASTA VER COMO ELE ADMINISTRA O JORNAL DELE.
    PÁRA DE TA FAZENDO CAMPANHA TAMBÉM A FAVOR DO SALAME HIROSHI. ELE JA TE PROMETEU A SECRETARIA DE COMUNICAÇAO COMO NA ÉPOCA DO GERALDO VELOSO?

  4. Anonymous

    2 de março de 2008 - 20:43 - 20:43
    Reply

    Também aprovo a idéia.

    Fernando Miranda
    Belém ( estudante)

  5. Anonymous

    29 de fevereiro de 2008 - 16:55 - 16:55
    Reply

    Fico feliz com a possibilidade do Salame ser mesmo candidato prefeito de minha cidade. Sou amigo da família da mulher dele. São todos bastante centrados.

    Vicente
    Marko Belém

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *