Hiroshi Bogéa On line

Câmeras de monitoramento visualizam 3.500 ocorrências na cidade

 

O Centro de Controle Operacional – CCO -, órgão pertencente à Secretaria Municipal de Segurança Institucional – liberou  demonstrativo das estatísticas dos primeiros seis meses  do órgão, no combate ao crime da cidade, através das câmeras de segurança.

Para realização do trabalho de monitoramento o Centro de Controle conta com efetivo de 18 (dezoito) servidores entre Guardas Municipais, Agentes patrimoniais e Agentes de trânsito, que juntos trabalham 24h em prol da segurança pública do Município.

De janeiro a julho, foram registradas 3.559 ocorrências monitoradas relacionadas a roubos e furtos de veículos, acidentes de trânsito, abordagens de veículos, veículos suspeitos e sem  placa, elementos portando arma de Fogo, tráfico de drogas, assaltos em geral, usuários de drogas, invasões de terrenos, “golpe do paco” (crimes de estelionato em lojas) e blitz em geral.

Os dados revelam que o  videomonitoramento  tem contribuído para a diminuição das estatísticas dos elevados índices de criminalidades , bem como, inibindo  possíveis atuações de transgressores da lei.

São em 45 câmeras instaladas nos principais pontos da cidade, todos os equipamentos fabricados na Suécia, e os rádios  portando tecnologia israelense com zoom preciso de até 1.200m.

Além de colaborar com a segurança municipal, o CCO possui ainda um leque de opções no sentido de contribuir na área social, uma vez, visualizados menores usando drogas ou cometendo delitos em logradouros públicos,  autoridades competentes são acionadas para realização do trabalho preventivo.

A Secretaria de Segurança Institucional é comandada pelo delegado  Alberto Henrique Teixeira de Barros.

 Informação é da Assessoria de Imprensa da SSI

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *